66o Leilão de Biodiesel da ANP negocia 928,512 milhões de litros

No 66o Leilão de Biodiesel da ANP foram arrematados 928,512 milhões de litros de biodiesel (volume obrigatório e voluntário). Destes, 927,372 milhões de litros foram para mistura obrigatória, sendo 99,73% deste volume oriundo de produtores detentores do selo Combustível Social. O preço médio foi de R$ 2,287/L, sem considerar a margem Petrobras, e o valor total negociado atingiu o patamar de R$ 2,121 bilhão, refletindo num deságio médio de 24,69% quando comparado com o preço máximo de referência médio (R$ 3,037/L).

A apresentação das ofertas de biodiesel ocorreu no dia (01/04), com 39 produtores disponibilizando um volume total de 1,092 bilhões de litros, sendo 99,59% de produtores detentores do selo Combustível Social.

No primeiro dia de seleção das ofertas (08/04), foram arrematados 809,86 milhões de litros de biodiesel exclusivamente de produtores detentores de selo Combustível Social, em torno de 74,1% do total ofertado para todo o leilão.

No segundo dia de seleção das ofertas (10/04), foram arrematados 117,52 milhões de litros de biodiesel de produtores detentores ou não de selo Combustível Social, em torno de 10,75% do total ofertado no leilão.

A apresentação e a seleção de ofertas de biodiesel para mistura voluntária ao óleo diesel ocorreram no dia 12/04, quando foram disponibilizados 24,1 milhões de litros, sendo 100% de produtores detentores do selo Combustível Social. Este volume representa 14,56% do saldo total de oferta não vendida para fins de adição obrigatória. Foram negociados 1,14 milhão de litros de biodiesel, representando 4,73% do total ofertado no leilão autorizativo.

Os Leilões de Biodiesel destinam-se a atender o disposto na Lei no 13.263, publicada no DOU em 24/03/16, que estabelece em 10% o percentual mínimo obrigatório de adição de biodiesel ao óleo diesel vendido ao consumidor final (B10), em até trinta e seis meses após a data de promulgação da Lei.

O 66o Leilão (L66) visa garantir o abastecimento de biodiesel no mercado nacional durante o período de 01 de maio a 30 de junho de 2019, conforme diretrizes das Portarias do Ministério de Minas e Energia no 476, de 15/08/12, e no 576, de 11/11/2015, e critérios estabelecidos no Edital de Leilão Público no 002/19-ANP.

Os volumes comercializados somente serão validados após homologação pela diretoria da ANP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Etanol segue assombrado por Petrobras (PETR4) desidratar mais a gasolina, após o diesel

O etanol hidratado foi poupado no final da semana passada, quando a Petrobras (PETR4) apenas diminui o preço do diesel. Mas seguiu e segue assombrado pela possibilidade real de que a estatal reduza a gasolina também.

Goldman Sachs reduz projeções para petróleo no curto prazo, mas segue vendo preços acima de US$ 100 o barril

Os preços do petróleo brent tiveram queda de 25% desde o início de junho, fechando a última sexta-feira (5) na casa dos US$ 94 o barril, sendo puxados recentemente por uma crescente gama de preocupações: recessão, política de Covid-zero da China e setor imobiliário, liberação de reservas estratégicas dos EUA e produção russa se recuperando bem acima das expectativas.

ANP rejeita aumento de estoques mínimos de diesel, em alívio para distribuidoras

A diretoria da ANP rejeitou nesta sexta-feira, 5, uma proposta de aumento de estoques mínimos de diesel A (puro) S10 entre setembro e novembro para mitigar riscos de desabastecimento em meio à oferta global apertada do combustível, mas aprovou um reforço do monitoramento do suprimento nacional.