A Petrobras reduziu os preços do Diesel e da Gasolina em 14/01, e eu já sabia disso

Sim o título desta matéria parece presunçoso, mas vamos explicar o porquê. Nesta terça feira (14/01) a Petrobras reduziu em 3% os preços da Gasolina e do Diesel em suas refinarias, lembrando que isso foi média Brasil e a redução foi diferente para cada refinaria, gerando assim impactos divergentes por bases, estados e cidades.

O fato é que essa queda em nada surpreendeu em nossa consultoria, uma vez que nossos modelos de tendência já apontavam que a Petrobras tinha espaço para reduzir os preços dos derivados no mercado interno, na relação com o mercado externo (importados), veja a seguir

Gasolina

Relação do custo nacional x internacional até 10/01:

Desde 08/01 a gasolina comercializada pela Petrobras estava praticamente 4,9% acima do mercado internacional.

Diesel

Relação do custo nacional x internacional até 10/01:

Desde 08/01 o diesel comercializado pela Petrobras estava 9% acima do internacional.

O que quero te mostrar caro leitor(a), revendedor(a), é que você que não sabia disso poderia ter postergado a compra de combustíveis, ou até mesmo comprado menos nos dias 8, 9, 10, 11, 12 e 13, e hoje 14/01 poderia ter compensado as compras não realizadas neste período com custo pelo menos 1,5% menor do que antes. Muitas vezes você está se preocupando com a venda e o preço de bomba, quando o seu problema está no valor que você paga na compra e em como você faz a gestão disso.

Isso se chama consultoria em gestão de combustíveis, é o que nós da Valêncio Consultoria Combustíveis entregamos diariamente aos nossos clientes, que desde o dia 08/01 compraram o mínimo para sua operação e agora estão se beneficiando pela decisão acertada.

Saiba mais sobre os nossos serviços, entre em nosso site www.valencioconsultoria.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Petróleo tem pior semana desde março, com WTI abaixo de US$ 90

Os touros do petróleo costumavam sorrir para o mercado de trabalho dos EUA com orgulho. Agora, eles não têm mais tanta certeza se deveriam.

Medos de recessão tomam conta dos mercados de petróleo

Os preços do petróleo estão de volta aos níveis em que estavam antes de a Rússia invadir a Ucrânia, destacando que uma recessão global e a destruição da demanda são agora o foco central dos comerciantes.

Petróleo cai cerca de 7% na semana e preço negociado volta a ser o mesmo de fevereiro

Brent e WTI operam em alta moderada, rompendo o fechamento negativo de dois pregões consecutivos. Mas a recuperação de hoje, no patamar de 1% para ambas as referências, não chega perto do acumulado de perdas da semana, que somam cerca de 7%.