ANP: País gasta mais 20,5% com a importação de petróleo neste ano

O Brasil não gastava tanto com a importação de petróleo desde 2019. Em agosto deste ano, foram US$ 618 milhões, uma alta de 140% comparada a igual mês do ano passado, segundo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Nos oito primeiros meses do ano, os gastos subiram 20,5%.

Até maio, os gastos estavam caindo (1,9%, no acumulado do ano), mas passaram a crescer à medida que o País ampliava os volumes importados e que a commodity se valorizava no mercado internacional. As compras externas subiram 12,4% neste ano, chegando a 39,2 milhões de barris.

Ao mesmo tempo, a cotação do petróleo no mercado internacional, em oito meses, se valorizou em 5,6%. O barril, que custava US$ 63,08 em agosto do ano passado, já valia US$ 68,51 em igual mês deste ano.

A alta do petróleo contribuiu também para o crescimento da receita de venda do petróleo nacional, apesar do volume exportado ter caído 9,5% no acumulado de 2021. A receita avançou 36,5% de janeiro a agosto, comparado aos primeiros oito meses de 2020, alcançando US$ 16,8 bilhões. Apenas em agosto, a exportação de petróleo rendeu ao País US$ 1,95 bilhão.

A principal responsável pela balança comercial brasileira é a Petrobras (SA:PETR4), que tem na China seu maior comprador. O país asiático respondeu por 45% do volume total exportado pela empresa no segundo trimestre deste ano.

“Além da China, os melhores destinos para as vendas de petróleo nacional neste período foram Europa, América Latina, Estados Unidos e Índia”, informou a Petrobras no seu balanço financeiro relativo ao período de abril a junho. O mercado internacional tem demonstrado especial interesse pelo petróleo produzido nos campos de Tupi e Búzios, localizados no pré-sal da Bacia de Santos.

Petróleo fecha em alta com foco em restrição de oferta, apesar de dólar forte

O petróleo fechou em alta nesta terça-feira, 26, com o foco dos investidores voltado para a crise energética que tem elevado o preço do barril recentemente. A demanda pela commodity aumentou com a reabertura econômica e também devido à escassez de gás natural no mercado. No entanto, a oferta não tem sido capaz de compensar a maior procura.

Caminhoneiros protestam em rodovia no Pará contra reajustes do diesel

Caminhoneiros bloquearam parcialmente a rodovia BR-316, na região metropolitana de Belém, na manhã desta terça-feira (26). Dentre as reivindicações dos manifestantes, está a política de preços do óleo diesel no país.

Gestores de dinheiro estão jogando seu peso por trás da alta do preço do petróleo

A perspectiva de o petróleo Brent chegar a US $ 90 por barril está se tornando cada vez mais realista, e o West Texas Intermediate ontem atingiu o nível mais alto desde 2014. Isso está alimentando um forte sentimento de alta no mercado de petróleo.