- Advertisement -spot_img

AUTHOR NAME

Money Times

31 POSTS
0 COMENTÁRIOS

Hidratado “de lado” nas distribuidoras sem apoio da gasolina, que voltou a aumentar a defasagem

O etanol hidratado andou de lado nos preços cobrados pelas distribuidoras nos dois primeiros dias da semana, mostrando menos força da demanda, enquanto a gasolina segue sem injetar mais competitividade ao renovável.

Plenário pode votar critérios para reajuste e taxação de combustíveis

O Plenário da Câmara dos Deputados pode votar nesta semana proposta que define critérios para o reajuste periódico de derivados de petróleo fornecidos pela Petrobras (PETR4), “enquanto não houver concorrência efetiva no mercado interno” (PL 4995/16). A sessão desta terça-feira (21) está convocada para as 15 horas.

ICMS é o principal vilão do aumento dos combustíveis? Para o Credit Suisse, sim

Desde o início de 2021, o preço do combustível disparou R$ 1,50 por litro na bomba. No entanto, apenas metade desse aumento pode ser atribuído à Petrobras

Sem aumento, gasolina está defasada em R$ 0,27 e etanol só tem apoio na oferta curta; diesel menos R$ 0,28

Caso se consolide algum aumento do etanol hidratado nas usinas nesta semana, mesmo com alguma limitação, ele virá da oferta apertada, sem apoio algum da gasolina.

Distribuidoras correm para cumprir metas do ano e CBios saltam R$ 15 desde 1º de setembro

Na medida em que o ano caminha para o último trimestre, as distribuidoras de combustíveis aceleram para fechar suas cotas anual obrigatórias de compra de Crédito de Descarbonização (CBios) e alimentam os preços de mercado.

Entenda como a Raízen é única e sua ação pode disparar até 80%

Raízen está se posicionado fortemente para capturar valor conforme a demanda de produtos mais limpos e renováveis aumenta, sinalizam analistas

Em meio a desabastecimento, gasolina está defasada em R$ 0,15/l; distribuidoras compram etanol

Em meio ao desabastecimento que se generalizou nesta quinta (9), com os combustíveis não saindo das refinarias, das usinas de etanol e das distribuidoras, e filas nos postos, a gasolina só não aumentou sua defasagem frente ao mercado internacional porque o petróleo caiu 1% na bolsa de Londres (US$ 71,63 para entrega em novembro).

Em meio a desabastecimento, gasolina está defasada em r$ 0,15/L; distribuidoras compraram etanol antes da greve

Em meio ao desabastecimento que se generalizou nesta quinta (9), com os combustíveis não saindo das refinarias, das usinas de etanol e das distribuidoras, e filas nos postos, a gasolina só não aumentou sua defasagem frente ao mercado internacional porque o petróleo caiu 1% na bolsa de Londres (US$ 71,63 para entrega em novembro).

Hidratado deve ficar de lado na semana, após compras defensivas das distribuidoras

Quando o mercado de etanol hidratado aguardava um movimento lateral, ou de alta moderada na semana passada, foi surpreendido pela expansão de 1,15% no acumulado na porta da usina.

Petrobras quer esclarecer, de uma vez por todas, o preço dos combustíveis

A Petrobras (PETR4) vai iniciar nesta sexta-feira uma campanha de esclarecimento sobre o preço da gasolina, que em alguns postos do país já chega perto de 7 reais por litro, segundo fontes da empresa.

Latest news

- Advertisement -spot_img