Bolsonaro assinará MP da venda direta de etanol das usinas ao postos nesta quarta (11)

Depois de muito tempo de debate e disputa entre o Nordeste e as usinas do Centro-Sul, finalmente a venda direta de etanol vai sair. O presidente Jair Bolsonaro deverá assinar Medida Provisória (MP) autorizando o movimento, até que seja apreciado na Câmara.

Alexandre Lima, presidente da Federação dos Plantadores de Cana do Brasil (Feplana), acaba de confirmar a disposição do governo, que marcará cerimônia de assinatura nesta quarta (11) no Palácio do Planalto.

O pleito dos produtores de cana e a maioria das unidades do Nordeste é antigo e se opunha à resistência das usinas de grupos verticalizados, principalmente, com distribuição de combustíveis, como a Raízen (RAIZ4)

A Ipiranga e a BR Distribuidora (BRDT3), embora não possuindo produção, também resistiam a perda de margem na distribuição, uma vez que a venda direta das usinas aos postos também barateará o bicombustível na bomba.

O Cade, a ANP e o Ministério de Minas e Energia também se manifestaram favoráveis à medida que visa dar maior competividade ao etanol com o ganho de consumo de um combustível mais barato.

CBios já subiram quase 45% em setembro na B3

Os preços dos Créditos de Descarbonização (CBios) romperam a estabilidade registrada desde o início do ano, período em que se mantiveram abaixo de R$ 30 por tonelada de carbono, e dispararam em setembro na B3.

Preço dos combustíveis deve continuar elevado em 2022, diz XP

A XP divulgou projeção de alta para os combustíveis, que devem continuar em um patamar alto pelos próximos meses, considerando a alta do preço do petróleo no mercado internacional, câmbio em R$ 5,20 no ano e em R$ 5,10 em 2022 e escassez de etanol, que são utilizados para reajustar preços na Petrobras.

Defasagem dos preços da gasolina diminui, mas do diesel se mantém, aponta Abicom

Os preços da gasolina praticados pela Petrobras no mercado brasileiro hoje têm uma defasagem média de 6% em relação aos preços internacionais, apontou levantamento da Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom).