Brasil – Brasília – PA – 22/04/2020 – COVID-19 – Presidente Jair Bolsonaro fala na frente do Palácio da Alvorada Foto: Jorge William / Agência O Globo

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que não vai aumentar impostos para salvar o setor sucroalcooleiro. Os produtores de cana de açúcar e usinas de álcool pediram a elevação da Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (Cide) sobre a gasolina para dar competitividade ao etanol.

Na semana passada, representantes do segmento davam como certa alta de R$ 0,10 para R$ 0,30 por litro do combustível, o que não ocorreu.

— Não acho justo agora aumentar a Cide para salvar o setor sucroalcooleiro. No momento em que estamos perdendo empregos, o pessoal com salários reduzidos por acordos, o governo federal, para salvar o ‘teu lado’, aumenta o imposto? — disse aos jornalistas em frente ao Palácio da Alvorada.

Bolsonaro confirmou que os ministros de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e da Agricultura, Tereza Cristina, são favoráveis ao aumento, mas que ele e Paulo Guedes, da Economia, são contra.

– Isso não é dilema, é a situação que coloquei na mesa, acho que não serei derrotado no meus argumentos e assim deve ser posto – afirmou sobre provável decisão de não elevar o imposto.

Bolsonaro disse ainda que uma das alternativas do setor, principalmente do Nordeste e em São Paulo, seria pedir o aumento do ICMS aos governadores, mas recorrem ao governo federal para solicitar intervenção na Cide.

Fonte: O GLOBO

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Combustíveis voltam a ter queda no preço.

Os combustíveis voltaram a apresentar queda em seus preços médios na ultima semana segundo dados coletados pela ANP nos postos de combustíveis no Brasil.

Petrobras prepara nova oferta de ações para reduzir ainda mais fatia na BR

Desde 2017, petroleira deixou de ser a única acionista para uma participação de 41,25%

Mercado fez com gasolina o que setor de etanol queria, diz CEO da Petrobras

Com a alta dos preços da gasolina na esteira de uma recuperação das cotações internacionais do petróleo, os valores do combustível fóssil nas bombas do país ficaram sustentados pelas forças do mercado.