10.mar.2021 – De máscara, presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participa de cerimônia para assinatura da MP das Vacinas Imagem: Mateus Bonomi/AGIF/Estadão Conteúdo

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta segunda-feira (15), a apoiadores que tem conversado com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), para que seja pautado o projeto de lei que trata do “álcool desde a refinaria”. Sob pressão de caminhoneiros e apoiadores que reclamam da alta dos derivados de petróleo, Bolsonaro tem movimentado aliados políticos para encontrar uma solução para a questão.

Em novembro de 2019, a Comissão de Minas e Energia da Câmara aprovou relatório que permite aos produtores de etanol vender o combustível diretamente para os postos de combustível, sem que passe por empresa distribuidora.

Atualmente, a venda direta das usinas é vedada por resolução da Agência Nacional do Petróleo (ANP). O texto está parado desde fevereiro de 2020 aguardando designação de relator na Comissão de Constituição e Justiça da Casa.

No período da manhã, o presidente relatou que Lira deve colocar um texto sobre a questão em voto e afirmou que “está brigando” sobre o assunto desde que chegou ao poder. “Eu diminuí o imposto do gás de cozinha e do diesel e 19 governadores aumentaram o ICMS”, afirmou.

“Dezenove governadores querem que vocês continuem pagando alto o diesel e o gás de cozinha”, disse Bolsonaro a apoiadores no Palácio da Alvorada.

Fonte: Estadão Conteúdo

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

China começa a retomar compras em mercado global de petróleo

A recuperação do mercado global de petróleo em meio à pandemia de Covid-19 era…

Petrobras elevará preço médio do diesel nas refinarias em 8%; gasolina será mantida

A Petrobras elevará o preço médio do diesel nas refinarias em 8% a partir de terça-feira (19).

EUA podem ter semanas com menor produção de petróleo “shale” devido ao frio

As baixas temperaturas que têm sido registradas nos Estados Unidos vão atrapalhar a produção de petróleo e gás do país por dias ou até mesmo por semanas, disseram especialistas do setor, à medida que empresas lidam com o congelamento de equipamentos e falta de energia para suas operações.