[Cepea] Vendas de hidratado recuam, enquanto as de anidro sobem 23% na safra

Um levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq-USP, mostra que as vendas de etanol hidratado realizadas pelas usinas do estado de São Paulo – no mercado à vista e por meio de contratos – caíram 15,5% no acumulado da atual safra 2021/22 (de abril a agosto) quando comparadas às do mesmo período de 2020.

Segundo pesquisadores do Cepea, a perda de competitividade do etanol hidratado frente à gasolina C é um dos principais fatores responsáveis pela redução. Por outro lado, considerando-se o etanol anidro, o volume negociado no mercado à vista e por meio de contratos cresceu nesta safra.

Nas vendas à vista, o aumento registrado pelo Cepea foi de 17,9% entre 2020 e 2021, também considerando as usinas paulistas. No caso do produto vendido na modalidade contratos, o avanço foi ainda mais expressivo, de 23,2%, no mesmo comparativo.

IBP critica mudanças regulatórias na venda de combustíveis

Representante das grandes distribuidoras de combustíveis, o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) se posicionou a favor da manutenção do atual modelo de funcionamento do mercado de revenda de derivados de petróleo.

Estes são os postos de combustíveis populares e preferidos por brasileiros

Os postos de combustível Petrobras BR, Ipiranga e Shell são as marcas com maior índice de popularidade entre os brasileiros, é o que aponta um estudo realizado pela empresa de pesquisa de satisfação e NPS (Net Promoter Score) SoluCX: as marcas foram citadas por 73,2%, 72,8% e 69,1% dos respondentes da pesquisa, respectivamente.

Guerra política no Brasil e economia mundial devem manter preço da gasolina nas alturas

Economistas dizem que toda vez que o discurso golpista avança, desconfiança cresce e dólar sobe, elevando o preço dos combustíveis. Motoristas de aplicativo dizem que serviço já não compensa diante dos custos.