China anuncia grande descoberta de óleo de xisto

A China anunciou na quarta-feira a descoberta de um importante campo petrolífero de xisto no aglomerado de Daqing Oilfield, com reservas esperadas de 1,27 bilhão de toneladas de petróleo, informou a agência de notícias chinesa Xinhua .

Daqing Oilfield é um dos principais centros de produção terrestre da China, e a nova descoberta deve ajudar a aumentar sua produção de petróleo nos próximos anos, de acordo com a Xinhua.

Daqing Oilfield, que viu a primeira exploração de óleo de xisto na década de 1980, agora tem mais de 40 poços produzindo petróleo.

A China National Petroleum Corporation (CNPC) pretende aumentar a produção de óleo de xisto a partir de formações de xisto em Daqing para reverter o declínio na produção na área, disse a estatal petrolífera na quarta-feira, conforme publicado pela Reuters .

A CNPC aumentou os esforços para pesquisar e perfurar óleo de xisto na bacia de Songliao, onde Daqing está localizada. A empresa identificou zonas com óleo de xisto na formação de Gulong, disse a CNPC em uma entrevista coletiva transmitida pela televisão local.

“A campanha do óleo de xisto de Gulong ajuda a cimentar a posição de Daqing como o maior campo petrolífero terrestre da China enquanto luta para substituir as reservas … contribui para garantir a segurança do abastecimento nacional de petróleo”, disse Fang Qing, gerente geral do campo petrolífero Daqing, publicado pela Reuters.

Os gigantes do petróleo chineses estão aumentando a exploração de óleo de xisto e gás como parte de um mandato das autoridades para aumentar a produção doméstica, o que poderia diminuir a custosa dependência da China das importações de petróleo e gás natural.

No entanto, a China tem lutado para desenvolver seus enormes recursos de gás de xisto e petróleo. Os desafios surgem porque algumas das bacias mais prolíficas são duas vezes mais profundas do que os recursos de gás de xisto em algumas das áreas de exploração de gás de xisto mais extensas dos Estados Unidos. A geologia desafiadora leva a maiores custos de perfuração e completação de poços, margens mais baixas para empresas de exploração e produção e, às vezes, resultados mistos nos fluxos de gás.

IBP critica mudanças regulatórias na venda de combustíveis

Representante das grandes distribuidoras de combustíveis, o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) se posicionou a favor da manutenção do atual modelo de funcionamento do mercado de revenda de derivados de petróleo.

Estes são os postos de combustíveis populares e preferidos por brasileiros

Os postos de combustível Petrobras BR, Ipiranga e Shell são as marcas com maior índice de popularidade entre os brasileiros, é o que aponta um estudo realizado pela empresa de pesquisa de satisfação e NPS (Net Promoter Score) SoluCX: as marcas foram citadas por 73,2%, 72,8% e 69,1% dos respondentes da pesquisa, respectivamente.

Guerra política no Brasil e economia mundial devem manter preço da gasolina nas alturas

Economistas dizem que toda vez que o discurso golpista avança, desconfiança cresce e dólar sobe, elevando o preço dos combustíveis. Motoristas de aplicativo dizem que serviço já não compensa diante dos custos.