Além de Bento Albuquerque, também participaram da reunião o Ministro da Economia, Paulo Guedes; o Ministro-Chefe da Casa Civil, Braga Netto; e outros representantes e membros do CNPE

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), presidido pelo Ministro de Minas e Energia (MME), Bento Albuquerque, realizou uma reunião nesta terça-feira (18). Na ocasião, segundo nota divulgada pelo ministério, o CNPE aprovou uma resolução que estabelece os novos objetivos anuais do programa RenovaBio.

As metas, entretanto, ainda não foram reveladas. A princípio, a proposta do MME para 2020 envolvia uma redução de 28,7 milhões para 14,53 milhões de créditos de descarbonização (CBios). Ou seja, uma diminuição de quase 50% em relação ao alvo atualmente em vigor.

Esta redução, porém, foi contestada por representantes dos setores produtivos e de distribuição durante uma consulta pública aberta pelo MME. Enquanto as usinas defendem valores maiores, as distribuidoras pedem por uma diminuição mais drástica ou até mesmo pela suspensão do programa.

As metas se referem às compras compulsórias de CBios, que devem ser realizadas pelas distribuidoras de combustíveis. Além do valor para 2020, os objetivos para os próximos dez anos também devem sofrer alterações.

Segundo o MME, as novas metas consideraram os recentes impactos da pandemia de covid-19 no setor de combustíveis tanto no curto como no médio prazo. O objetivo da redução seria acompanhar o movimento do mercado.

Outras mudanças

O MME afirma que a resolução também deve trazer dispositivos para autorizar a regulamentação da contratação de longo prazo no mercado de biocombustíveis, conforme previsto na Lei do RenovaBio.

De acordo com o ministério, é de interesse da Política Energética Nacional que as metas individuais dos distribuidores de combustíveis sejam reduzidas tanto a partir dessa contratação a prazos maiores, como na proporção dos CBios retirados de circulação do mercado por agentes não obrigados.

Ambos os dispositivos ainda deverão ser regulamentados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

novaCana.com

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Rússia estuda propor aumento da produção da Opep+

A Rússia avalia propor um aumento da produção de petróleo da Opep+ na reunião do grupo na próxima semana para aliviar o déficit de oferta, de acordo com autoridades a par do assunto.

Por que o etanol aumenta quando a gasolina sobe?

A Petrobras aumentou o preço que os distribuidores terão que pagar à refinaria para comprar gasolina e diesel, o quarto reajuste do ano. Essa revisão atinge o consumidor, já que o preço médio da gasolina aumenta na hora. Só que o etanol sobe junto, ainda que não esteja na alçada da estatal.

Abrava considera insuficiente redução de PIS/Cofins sobre diesel

O presidente da Associação Brasileira dos Condutores de Veículos Automotores (Abrava), Wallace Landim, avaliou como “insuficiente” a medida do governo federal que zera as alíquotas de PIS/Cofins sobre o diesel por dois meses, conforme decreto publicado na noite de segunda-feira.

Recuperação da demanda por petróleo perde força no restante de 2020, diz IEA

A IEA (Agência Internacional de Energia, na sigla em inglês) cortou sua…