Caminhão GOfit (Aline Bassi/Balaio de Ideias/Divulgação)

O evento que uniu o Campeonato Brasileiro de Vela de Oceano e a 20ª Copa Suzuki, no Yacht Club de Ilhabela, em São Paulo, no último final de semana, apresentou uma novidade para os velejadores e os amantes do meio náutico: o aplicativo GOfit, que oferece serviço de combustível delivery.

Há quase um ano em fase de consolidação no Brasil, o app pretende revolucionar o mercado de combustíveis com um sistema em amplo crescimento em países como Estados Unidos, Canadá e Inglaterra.

O serviço, autorizado pela Agência Nacional do Petróleo, atende a barcos, lanchas e jet-skis nas marinas, e veículos leves, como carros, na casa ou empresa do cliente.

Jorge Berdasco, comandante do Bravo e VP da GOfit (Aline Bassi/Balaio de Ideias/Divulgação)

“O GOfit é um projeto ainda experimental, tem autorização da ANP para funcionamento e com base nesse projeto é que será regulamentada a atividade de delivery. Atualmente, muitas marinas não têm postos de combustível. E o abastecimento é feito com galões transportados do posto até os barcos. Isso é muito perigoso”, destaca Jorge Berdasco, vice-presidente jurídico do GOfit. Jorge é comandante do veleiro Bravo, terceiro colocado no Campeonato Brasileiro de IRC na categoria cruise.

“Trouxemos essa ideia desses países e estamos idealizando e desenvolvendo esse formato na operação no Brasil. É inovador, pioneiro, não existe essa forma de entrega de combustível. É comodidade e segurança”, complementa o velejador, que fez a ponte com a empresa onde trabalha para apresentar a novidade aos colegas do meio náutico.

Por enquanto, o funcionamento é baseado no Rio de Janeiro, nos bairros da Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes e Vargem Pequena.

A pandemia aumentou a demanda

De acordo com Jorge, principalmente durante a pandemia de covid-19, houve um aumento da demanda e maior fidelização de clientes, não só de pessoas físicas mas também de empresas locadoras de veículos. A expectativa para 2021 é de ampliação para todo o Rio de Janeiro e seguir, inicialmente, para o estado de São Paulo.

“O abastecimento, feito por caminhões da empresa, tem sistema de filmagem e proteção para evitar faíscas ou qualquer perigo de acidente”, garante o VP. Em quase um ano de funcionamento, nenhum acidente foi verificado. Operadores fiscalizam as câmeras à distância e as entregas são feitas apenas em locais abertos, sendo proibido o abastecimento em local fechado e subterrâneo.

É mais barato que nos postos?

O funcionamento é 24 horas e o aplicativo é em formato de e-commerce. Após realizar o cadastro dos dados, o app informa a disponibilidade dos caminhões para, então, a compra ser efetivada e o caminhão fazer o atendimento.

E os preços em relação aos postos? Berdasco explica que pode ser, inclusive, menor. “Trabalhamos com preços alinhados com os postos de gasolina, preço justo para o consumidor. Às vezes, até abaixo de postos de bandeira, o que tem sido um atrativo para as pessoas. Geralmente, quem compra, fideliza”, afirma.

Fonte: Exame

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petrobras eleva preço da gasolina em 12% nas refinarias; reajuste vale a partir de quinta

Já o preço do diesel foi mantido, após o anúncio de uma elevação de 8% desde terça-feira

ETANOL/CEPEA: Agentes iniciam 2021 otimistas quanto aos preços

Agentes da cadeia sucroenergética brasileira estão otimistas neste início de 2021 em…