Já são mais de 200 unidades certificadas para emissão de créditos (Imagem: REUTERS/Paulo Whitaker)

O número de créditos de descarbonização (CBios) gerados pelos produtores de biocombustíveis e registrados na B3 (B3SA3) superou a marca dos 13 milhões, mas a procura pelas distribuidoras de combustíveis por compras “ainda está aquém do esperado”, afirmou nesta sexta-feira a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica).

Segundo a entidade que representa produtores de etanol e açúcar no centro-sul do país, o setor investiu em certificação e está cumprindo o seu papel na oferta de CBios.

Já são mais de 200 unidades certificadas para emissão de créditos.

“Apesar da oferta expressiva de CBios por parte dos produtores, nas últimas semanas estamos observando baixa procura pelas distribuidoras”, afirmou o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

Segundo ele, o mercado de etanol está se recuperando e os produtores continuarão ofertando CBios, com a expectativa de superar a meta prevista para este ano já em novembro, acrescentou.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Brasil vai produzir gasolina com mesma qualidade dos EUA e Europa

A partir de agosto, combustível seguirá novas especificações. Preço será mais caro, o que deve ser compensado por consumo menor, diz diretora da Petrobras

Importação de petróleo da China bate recorde em 2020 com estocagem e novas refinarias

As importações totais de petróleo bruto da China aumentaram 7,3% em 2020, apesar do choque do coronavírus no início do ano passado, com chegadas recordes no segundo e terceiro trimestres, já que as refinarias expandiram as operações e os preços baixos encorajaram o armazenamento, mostraram dados nesta quinta-feira.

Os Futuros do Petróleo subiram durante a sessão dos Estados Unidos

Na Bolsa Mercantil de Nova York, Os Futuros do Petróleo em Março foram negociados na entrega a US$ 52,93 por barril no momento da escrita, subindo 0,97%.