Cotação do Petróleo 30/07/2018

O Brent (Londres) encerrou a ultima semana com a de aumento 1,66%, cotado a US$ 74,29/bpd. Acumulado do mês de Julho/18 é de queda de 6,92%.

O WTI (EUA) encerrou a ultima semana com queda de 2,46%, cotado US$ 68,69/bpd. Acumulado do mês de Julho/18 é de queda de 7,29%.

Veja o gráfico abaixo das movimentações do petróleo durante o mês de Julho.

Segundo o Investing.com, preocupações com o aumento da oferta global provavelmente terão impacto na cotação do petróleo na semana que vem após a commodity ter registrado sua quarta semana de perdas em meio a evidências emergentes de excesso de oferta.

O ministro da energia da Rússia, Alexander Novak, indicou na sexta-feira que uma coalizão de produtores poderia injetar mais petróleo do que o acordado no final do ano, uma medida que poderia sinalizar a possível morte de um acordo de produção da Opep.

Ao fazer comentários nos bastidores da cúpula dos BRICS em Johanesburgo, na África do Sul, Novak disse que “não descartou … um aumento na produção de petróleo superior a 1 milhão de barris por dia pode ser discutido”.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outros produtores, liderados pela Rússia, concordaram no mês passado em flexibilizar os limites de produção para compensar a perda de oferta da Líbia, da Venezuela e do Irã.

O acordo efetivamente aumenta a produção de petróleo combinada em 1 milhão de barris por dia.

Enquanto isso, investidores de petróleo continuarão a monitorar possíveis interrupções nos fluxos de petróleo, especialmente do Oriente Médio.

Na semana passada, a Arábia Saudita interrompeu temporariamente as remessas através do estreito de Bab el-Mandeb, no Mar Vermelho, uma das mais importantes rotas de petroleiros do mundo, depois que dois de seus petroleiros foram supostamente atacados por rebeldes Houthi.

Estima-se que 4,8 milhões de barris por dia de petróleo bruto e produtos refinados tenham passado pelo estreito de Bab al-Mandeb em 2016 em direção à Europa, EUA e Ásia, segundo a Administração de Informação de Energia dos EUA.

Novos dados semanais sobre os estoques comerciais de petróleo bruto nos EUA na terça e na quarta-feira para avaliar a força da demanda do maior consumidor de petróleo do mundo e a rapidez com que os níveis de produção irão continuar a subir irão capturar a atenção do mercado.

A produção de petróleo dos EUA chegou a 11 milhões de barris por dia pela primeira vez na semana passada. O país aumentou em quase 1 milhão de barris por dia a produção desde novembro graças ao rápido aumento na extração de shale oil.

Em outro sinal preocupante, a contagem de sondas nos EUA, um indicador precoce da produção futura, teve aumento de 3 e totalizou 861 na semana passada, de acordo com a Baker Hughes, empresa prestadora de serviços a campos petrolíferos.

Foi o primeiro aumento na contagem de sondas em três semanas, o que indica sinais de crescimento da produção dos EUA.

A referência norte-americana, o petróleo bruto West Texas Intermediate (WTI), encerrou a sessão de sexta-feira em queda de US$ 0,92, ou cerca de 1,3%, e era negociado a US$ 68,69 o barril, registrando a quarta semana seguida de perdas, caindo 2,5% no período de sete dias.

Do outro lado do Atlântico, o petróleo Brent,a referência global, recuou US$ 0,25 para US$ 74,29. Apesar da queda de sexta-feira, os preços do Brent tiveram aumento na semana de 1,7%, impulsionados pela interrupção dos fluxos de petróleo da Arábia Saudita.

A cotação do petróleo estava no caminho de fechar o mês em queda de cerca de 7% em meio a crescentes indícios de maior produção da Arábia Saudita, da Rússia e dos Estados Unidos.

Antes da semana que está por vir, a Investing.com compilou uma lista com estes e outros eventos significativos que podem afetar o mercado de petróleo.

Terça-feira, 31 de julho
O Instituto Americano de Petróleo deverá publicar seu relatório semanal sobre a oferta de petróleo nos EUA.

Quarta-feira, 1º de agosto
A Administração de Informações de Energia dos EUA deverá divulgar seus dados semanais sobre estoques de petróleo.

Sexta-feira, 3 de agosto
A Baker Hughes divulgará seus dados semanais sobre a contagem de sondas de petróleo nos EUA.

 

 

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VOCÊ PODE GOSTAR