(Imagem: Reuters/Ueslei Marcelino)

Os petroleiros da Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim (MG), iniciaram nesta segunda-feira uma greve por tempo indeterminado, em um momento em que a unidade da Petrobras (PETR3; PETR4) passa por atividades de manutenção programada.

Com a iniciativa, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) busca reforçar um movimento grevista iniciado em 5 de março por petroleiros nos Estados de Bahia, Amazonas, Espírito Santo e São Paulo, para pedir reforço na segurança das operações em meio a um aumento de casos de Covid-19.

A Petrobras não respondeu se houve impactos na produção de outras refinarias.

A Regap, que está atualmente em parada para manutenção, vem sofrendo surto de Covid-19, com mais de 200 trabalhadores contaminados só neste mês, de acordo com dados da FUP.

“Foi solicitada, em documento enviado, na última segunda (15), à gerência-geral da refinaria, a suspensão da Parada de Manutenção e outras medidas de segurança, para proteger os trabalhadores e seus familiares”, disse a FUP, em nota.

“A Regap, que em condições normais de operação conta em média com 900 trabalhadores, durante a Parada de Manutenção triplica o número de profissionais trabalhando no mesmo espaço. No total, são aproximadamente 3 mil pessoas em atividade presencial, para realizar a parada de manutenção.”

A Regap tem capacidade para processar 150 mil barris por dia de petróleo, segundo dados no site da petroleira.

Procurada, a Petrobras afirmou que as atividades na Regap são realizadas pelas chamadas equipes de contingência. Uma vez que a unidade está em manutenção, não há impacto na produção.

Além disso, a empresa afirmou que o movimento de greve causa “enorme estranheza à companhia visto que o Acordo Coletivo de Trabalho 2020-2022 foi pactuado há cerca de seis meses”.

Sobre o aumento de casos de coronavírus, a empresa afirmou que “não tem medido esforços para enfrentar a pandemia de Covid-19, que assola não só a empresa, mas todo o país e o mundo”.

“Infelizmente, observa-se o aumento dos casos em todo o país e esse aumento de incidência da Covid-19 no país tem reflexo também entre os colaboradores da Petrobras. Por isso, a companhia tem adotado medidas robustas de prevenção desde o início da pandemia”, afirmou a petroleira.

A Petrobras citou diversas medidas implementadas para evitar o avanço da Covid em suas instalações, como testes nos colaboradores, triagem para evitar a contaminação dentro das instalações da unidade, medição de temperatura, reforços na higiene e no distanciamento e mudança nos turnos.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Raízen compra usinas da Biosev por R$ 3,6 bilhões e fatia de 3,5% em ações

A Raízen, joint venture entre Cosan e Shell, assinou hoje, 8, um…

Resumo Semanal Combustíveis 04/Dez/2020

Confira as principais informações e tendências da semana sobre o mercado de combustíveis no Brasil.

Governo federal quer “congelar” base de cálculo do ICMS do diesel por três meses

O governo federal propôs aos estados que a base de cálculo do ICMS do diesel seja alterada apenas uma vez a cada três meses – e não mais a cada 15 dias, como é hoje.