EPA recomenda redução retroativa de mistura de biocombustíveis nos EUA

A Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) recomendou a redução retroativa das misturas obrigatórias de biocombustíveis referentes a 2020, disseram duas fontes familiarizadas com o assunto, após o órgão ter enviado nesta quinta-feira uma proposta para revisão da Casa Branca.

A medida pode proporcionar um alívio imediato às refinarias de petróleo, que precisam cumprir as obrigações de mistura.

Também deve fazer com que o governo do presidente Joe Biden seja arrastado ainda mais para um confronto entre as refinarias e a indústria de biocombustíveis sobre tais exigências.

Pelo Programa Padrão de Combustíveis Renováveis dos EUA, as refinarias precisam misturar bilhões de galões de biocombustíveis ao “mix” dos combustíveis ou adquirir créditos negociáveis, conhecidos como RINs, daqueles que o fazem.

Agricultores e produtores de biocombustíveis argumentam que a redução das misturas obrigatórias afeta a demanda por seus produtos, embora as refinarias rejeitem essa alegação e afirmem que os custos atrelados ao programa colocam em risco empregos no setor de refino.

A EPA confirmou nesta quinta-feira ter enviado a proposta sobre a mistura obrigatória para o Escritório de Gestão e Orçamento da Casa Branca.

“A proposta visa colocar o programa de volta aos trilhos, ao mesmo tempo em que aborda os desafios decorrentes das decisões tomadas sob o governo anterior”, disse um porta-voz da EPA em um comunicado.

A agência, porém, não forneceu detalhes sobre a proposta, nem confirmou o conteúdo da reportagem da Reuters.

Petróleo fecha em alta com foco em restrição de oferta, apesar de dólar forte

O petróleo fechou em alta nesta terça-feira, 26, com o foco dos investidores voltado para a crise energética que tem elevado o preço do barril recentemente. A demanda pela commodity aumentou com a reabertura econômica e também devido à escassez de gás natural no mercado. No entanto, a oferta não tem sido capaz de compensar a maior procura.

Caminhoneiros protestam em rodovia no Pará contra reajustes do diesel

Caminhoneiros bloquearam parcialmente a rodovia BR-316, na região metropolitana de Belém, na manhã desta terça-feira (26). Dentre as reivindicações dos manifestantes, está a política de preços do óleo diesel no país.

Gestores de dinheiro estão jogando seu peso por trás da alta do preço do petróleo

A perspectiva de o petróleo Brent chegar a US $ 90 por barril está se tornando cada vez mais realista, e o West Texas Intermediate ontem atingiu o nível mais alto desde 2014. Isso está alimentando um forte sentimento de alta no mercado de petróleo.