Foto: Reprodução

Investing.com – Os estoques de petróleo dos EUA caíram mais do que o esperado na última semana, disse a Administração de Informação de Energia (EIA, na sigla em inglês) na quarta-feira (5).

Os estoques de petróleo caíram 7,99 milhões de barris na semana passada, em comparação com as expectativas dos analistas de uma queda de 2,346 milhões de barris.

Os estoques de destilados, que incluem diesel e óleo para aquecimento, caíram 2,896 milhões de barris na semana contra as expectativas de uma queda de 1,12 milhão de barris, mostraram os dados da EIA.

O refino de petróleo bruto foi de 225.000 barris. A taxa semanal de utilização das refinarias aumentou em 1,1%, de acordo com o relatório da EIA.

Os estoques de gasolina aumentaram 737.000 barris na semana passada, disse a EIA, em comparação com as expectativas de uma queda de 652.000 barris.

“É uma explosão recorde nas exportações, de 4,1 milhões de barris por dia, contra os 2,5 milhões da semana anterior. Além disso, as importações atingiram 1,2 milhão de barris, chegando a quase 5,5 milhões de barris por dia na semana passada. Entre essas duas matrizes, há ainda a queda de 8 milhões de barris”, disse Barani Krishnan, analista do Investing.com. “Os destilados foram outro dado otimista, com uma queda de quase 3 milhões de barris.”

O único elemento negativo foi o aumento da gasolina, de 700.000, totalmente oposto à redução esperada, disse Krishnan.

“A produção de petróleo bruto dos EUA, entretanto, permanece anêmica em 10,9 milhões de barris por dia, já que a bacia do Permiano parece lamentavelmente incapaz de alcançar, pelo menos por agora, a demanda vista para as exportações de petróleo dos EUA”, disse Krishnan. “Isso está de acordo com a história de meados de abril de que quase metade de todos os oleodutos do Permiano devem estar vazios até o final do ano.”

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Volks defende uso de etanol como fonte de energia

Nos últimos meses, o presidente da Volkswagen na América Latina, Pablo Di Si, reuniu-se com produtores de etanol e visitou usinas. Das conversas com o setor surgiram novos planos para o etanol.

Diesel recua nos postos após 10 altas semanais consecutivas; gasolina sobe

As seguidas altas do diesel foram registradas mesmo com cortes da Petrobras nas refinarias.

Petrobras corta investimento e quer focar ainda mais no pré-sal

Revisão reflete as menores projeções de preço do petróleo após o início da pandemia

AIE aumenta previsão de queda na produção de petróleo dos EUA em 2021

A produção de petróleo dos Estados Unidos deverá recuar em 290 mil barris por dia (bpd) em 2021, para 11,02 milhões de bpd, afirmou a Administração de Informação sobre Energia (AIE) nesta terça-feira, indicando uma queda mais brusca do que a prevista anteriormente, de 270 mil bpd.