Imagem: Divulgação

Os preços médios do etanol na semana encerrada no sábado (28) mostraram-se vantajosos em comparação com os da gasolina em apenas três estados brasileiros: Goiás, Mato Grosso, e Minas Gerais, todos grandes produtores do biocombustível.

São Paulo, maior produtor nacional, deixou de ter etanol mais competitivo ante a gasolina na semana retrasada, e agora a paridade é de 71,19%.

O levantamento é da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), compilado pelo AE-Taxas, e considera que o etanol de cana ou de milho, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Em Goiás, o hidratado é vendido, em média, por 67,37% do preço da gasolina, em Mato Grosso a 68,87% e, em Minas Gerais, a 67,31%.

Na média dos postos pesquisados no país, a paridade é de 70,55% entre os preços médios de etanol e gasolina, desfavorável ao biocombustível.

Fonte: UOL

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

EXCLUSIVO-Raízen negocia consórcio com fundo GIP por refinarias da Petrobras, dizem fontes

SAO PAULO (Reuters) – A gestora de fundos Global Infrastructure Partners (GIP)…

Produtores e distribuidores divergem sobre solução para próximo leilão de biodiesel

As incertezas continuam rondando a realização do 76° Leilão de Biodiesel (L76), pela Agência…

Preços do petróleo tocam máxima de 11 meses com apoio de corte de produção saudita

Os preços do petróleo tocaram uma máxima de 11 meses nesta terça-feira,…