Os preços médios do etanol na semana encerrada no sábado (7) mostraram-se vantajosos ao consumidor em comparação com os da gasolina em quatro estados. Imagem: Divulgação

Os preços médios do etanol na semana encerrada no sábado (7) mostraram-se vantajosos ao consumidor em comparação com os da gasolina em quatro estados brasileiros – São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso e Goiás – todos grandes produtores do biocombustível. O levantamento é da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), compilado pelo AE-Taxas, e considera que o etanol de cana ou de milho, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Em Mato Grosso, o hidratado é vendido, em média, por 66,68% do preço da gasolina, em Goiás a 66,98% e em Minas Gerais a 66,01%.

Em São Paulo, a paridade ficou em 69,99%.

Na média dos postos pesquisados no País, a paridade é de 70,23% entre os preços médios de etanol e gasolina, mais favorável ao combustível fóssil.

Fonte: UOL Economia

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Resumo Semanal Combustíveis 03/Jul/2020

Confira as principais informações e tendências da semana sobre o mercado de combustíveis no Brasil.

Ministro prevê apresentar até fevereiro mecanismo para absorver altas do petróleo

Governo também busca garantir autonomia para Petrobras na precificação do combustível

Demanda fraca deve levar a superávit de petróleo, alerta trading de commodities

A trading de commodities Trafigura acredita que o mercado de petróleo está prestes a registrar novamente superávit diante da estagnação da recuperação da demanda.