Mercado do etanol em compasso de espera ante o petróleo e com preços mais comportados (Imagem: Reuters/Marcelo Teixeira)

O comportamento dos preços do etanol hidratado negociado nas usinas e destilarias está em estabilidade nestes últimos três dias, segundo agentes do mercado, com as distribuidoras absorvendo compras mais volumosas da semana anterior, quando tiveram que pagar mais, e esperando os rumos do petróleo e os reflexos na gasolina.

A decisão unilateral de Donald Trump de suspender as negociações com os Democratas sobre o pacote de estímulos à economia, que abria as esperanças até ontem do mercado e sustentou o óleo cru perto dos US$ 42 desde segunda, tirou o viés de alta.

Adicionado ao aumento dos estoques do país na semana anterior, em 951 mil barris, segundo o divulgado pelo American Petroleum Institute, o anúncio do presidente dos Estados Unidos fez diminuir as altas da terça e os negócios caem nesta quarta (7), na bolsa de Londres.

Às 9 horas (Brasília), o contrato para entrega em dezembro recua próximo dos 2%, com o barril em torno dos US$ 41,80.

Na segunda, o etanol trouxe a alta de 1,92% na indústria, a R$ 1,8642, livre de impostos. Foi a segunda semana de aumento.

E esteve ameaçado pelo petróleo, que fechou a sexta abaixo dos US$ 40 o barril do tipo Brent, e daria suporte para a Petrobras (PETR3PETR4) refletir em cortes da gasolina, depois do aumento de 5% no dia 29.

Fonte: Money Times

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Indústria de biodiesel do Brasil sofre com pandemia e é pressionada a mudar contratos

Produtores de biodiesel do Brasil avaliam negociar alguma flexibilização nos próximos contratos para a venda do produto.

Saiba Por Que Não se Deve Confiar Agora nas Previsões de Demanda de Petróleo

Confira algumas das projeções recentes para a demanda mundial de petróleo em 2020 que já sofreram mudanças significativas:

Na contramão de concorrentes, Petrobras quer deixar 7º maior mercado de combustíveis.

A Petrobras deu mais um passo na quarta-feira (26) em sua estratégia de concentrar seus negócios na exploração e produção e petróleo e gás e em cinco refinarias do Sudeste.

Preço da gasolina recuou nos postos na semana passada, mostra ANP

Queda no valor da gasolina foi de 0,25% na semana encerrada em 7 de novembro, segundo levantamento da agência.