Etanol sobe em 20 estados e no DF, diz ANP; Preço médio avança 0,54% no país

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 20 Estados e no Distrito Federal na semana de 29 de dezembro de 2019 a 4 de janeiro de 2020, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. Houve queda em seis Estados brasileiros.

Nos postos pesquisados pela ANP, o preço médio do etanol subiu 0,54% na semana ante a anterior, de R$ 3,157 para R$ 3,174.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a alta foi 0,60% no período e a cotação média do hidratado variou de R$ 2,979 para R$ 2,997 o litro. A maior alta semanal, de 4,21%, foi em Sergipe e a maior queda, de 0,65%, no Tocantins.

Na comparação mensal, os preços do etanol subiram em 23 Estados e no Distrito Federal e recuaram outras 3 unidades da Federação.

Na média brasileira, o preço do biocombustível pesquisado pela ANP acumulou alta mensal de 5,62%.

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,478 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 2,932, foi registrado em Mato Grosso.

O preço máximo individual, de R$ 4,990 o litro, foi registrado em um posto do Rio Grande do Sul. O Rio Grande do Sul também registrou o maior preço médio, de R$ 4,236 o litro.

Fonte: Estadão Conteúdo – Texto extraído do portal Istoé Dinheiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Produção de etanol anidro cresce 22,3% no Nordeste, diz NovaBio

Com a safra 2021/22 em andamento, dados compilados pela Associação dos Produtores de Açúcar, Etanol e Bioenergia (NovaBio) sinalizam que a moagem de cana no Norte-Nordeste atingiu 28,67 milhões de toneladas no acumulado até 15 de novembro.

Valor do petróleo cai 2% e Petrobras ganha espaço para cortar preços no Brasil

O preço do barril de petróleo tipo brent atingiu os US$ 67,44 nesta quinta-feira, 2, o que representa uma queda de 2,08% em relação aos valores praticados na data anterior.

Abastecer com GNV rende quase o dobro que gasolina e etanol, aponta Abegás

Um levantamento da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) mostra que, atualmente, o Gás Natural Veicular (GNV) tem rendido quase o dobro da gasolina e do etanol.