O fator de utilização está em 77%; as refinarias da estatal chegaram a operar com 50% Imagem: Diego Vara

O fator de utilização das refinarias da Petrobras voltaram ao patamar de antes da crise de demanda trazida pela pandemia da covid-19, atingindo no dia 27 de junho 77%, informou o Ministério de Minas e Energia (MME) no seu boletim semanal.

Durante a pandemia, as refinarias da estatal chegaram a operar com fator de utilização de 50%. Na primeira quinzena de junho, incidentes em unidades de processo causaram oscilações na produção, mas que agora já foram normalizadas, segundo o MME.

O ministério disse ainda que as vendas de diesel subiram 3,5% e do gás de cozinha 19,6% no acumulado até 24 de junho, comparado ao mesmo período do ano passado, enquanto a venda de gasolina continua em queda, de 8%, e o querosene de aviação recuou 75,9% no período. Já o etanol registrou no mesmo período queda de 22,5% nas vendas, e o GLP a granel teve recuo 1%.

Fonte: UOL

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Preços do petróleo caem por crescentes temores de 2ª onda de coronavírus

Barril de Brent era negociado ao redor de US$ 38 nesta segunda-feira (15)

PETROBRAS: Venda de gasolina é confortável e a de diesel já superou o pré-crise

A venda de gasolina pela Petrobras está em um nível confortável atualmente, segundo o gerente executivo de Comercialização da estatal.

Petrobras reduz diesel na refinaria em 7% a partir de sexta; gasolina cairá 5%

A Petrobras (SA:PETR4) reduzirá os preços médios do diesel em suas refinarias…