Foto: Reprodução – Adobe Stock

Lucas Borges Teixeira
Colaboração para o UOL,
em São Paulo 06/05/2020

Nem todos os preços têm subido em meio à epidemia da covid-19 no Brasil. Diferentemente da cesta básica, alguns produtos têm passado por uma queda nos preços desde meados de março, quando a maioria dos estados começou a adotar regime de quarentena.

Impulsionado pela epidemia, os motivos são os mais variados: o fechamento de restaurantes impacta no valor das carnes nobres; o mercado internacional, no preço da gasolina; a queda na demanda, nos laticínios; e a preocupação com o desemprego, nos bens duráveis. Veja os produtos que caíram de preço no último mês e por quê.

Gasolina

O preço da gasolina na refinaria já caiu mais de 50% desde o início do ano. Impactada pelo mercado internacional —que, por sua vez, foi impactado pela pandemia— a Petrobras já fez dez cortes no valor só em 2020.

A queda é reflexo do mercado internacional, que, em meio à diminuição de demanda no mundo inteiro e uma guerra comercial entre Arábia Saudita e Rússia no primeiro trimestre, viu o preço do barril despencar.

Na bomba, no entanto, a queda foi bem menor. Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo), neste mesmo período, o preço médio de revenda no Brasil caiu pouco mais de 10%.

De acordo com Murilo Barco, diretor comercial da Valêncio Consultoria Combustíveis, para chegar ao valor da bomba, devem-se somar impostos, custos de distribuição e logística, variação do etanol anidro (27% do combustível final) e a diminuição do consumo no posto.

“Os postos hoje estão com o produto antigo, por isso a demora de refletir na bomba”, diz o consultor.

Murilo Barco – Diretor Comercial | Valêncio Consultoria Combustíveis

Fonte: UOL Economia

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Preços dos combustíveis nos postos recuam na semana, diz ANP

O valor médio do litro do diesel caiu 0,64% na semana encerrada no dia 29 de fevereiro, para R$ 3,677, enquanto gasolina recuou 0,04% no mesmo período.

Preços dos combustíveis sobem novamente nos postos, diz ANP

Segundo levantamento semanal da agência, o valor médio do litro da gasolina ao consumidor avançou 1,02%, a R$ 4,175.

Em escalada, Arábia Saudita anuncia elevação da produção de petróleo em 25%

Esse é o novo episódio de uma longa e amarga guerra de preços entre Rússia e Arábia Saudita