Pequena alta da semana passada do etanol na fábrica deverá ser a base para estabilidade nesta (Foto:Marcello Casal jr/Agência Brasil)

gasolina 5% mais cara na refinaria a partir desta terça (29) não deverá ter reflexo imediato para o etanol hidratado na fábrica.

Em semana curta e espremida entre feriadões, a liquidez deve ser praticamente zero.

Contando ainda com os sinais de possíveis novas medidas restritivas após a fase vermelha que prevalecerá em São Paulo entre dia 1º e 3 de janeiro, dificilmente as distribuidoras também iriam se antecipar com compras para quando o reajuste da gasolina também chegasse às bombas.

Amanhã é praticamente o último dia útil do ano.

O etanol saiu em alta moderada na semana curta de 21 a 23, em 0,11%, com o litro a R$ 2,0403, de acordo com o Cepea/Esalq.

Antes, foram várias semanas de queda consecutivas, o que já mostrava pouca elasticidade do consumo e com as usinas e destilarias cedendo em preços mesmo na entressafra, além de estarem já mexendo nos seus estoques.

Fonte: Money Times

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petrobras planeja cortar exportações de olho em demanda interna

O Brasil deve reduzir pela metade as exportações de petróleo em dezembro…

Petrolíferas chinesas podem ser novo alvo de deslistagem nos EUA

As maiores petrolíferas chinesas podem ser as próximas na fila para a…

Petrobras eleva oferta de diesel com baixo teor de enxofre

A Petrobras (PETR3;PETR4) informou nesta segunda-feira, 16, que está aumentando a oferta…