Gasolina sobe em maio e atinge R$ 7,55; etanol alcança R$ 6,15

Combustíveis encaram cenário de oscilação nos estados brasileiros nos primeiros dias do mês, aponta pesquisa

O preço do litro de gasolina nos postos subiu 0,70% e está sendo comercializado a R$7,55 nos primeiros dias do mês de maio. É o que afirma o Índice de Preços da Ticket Log.

etanol teve um aumento de 3,69% se comparado a abril de 2022 e alcançou R$6,15.

“Se compararmos o valor atual com o fechamento de 2021, já estamos pagando 9,5% a mais pela gasolina em 2022 e 6,5% mais pelo litro do etanol”, comenta Douglas Pina, diretor-geral da divisão de frota e mobilidade da Edenred Brasil.

Onde a gasolina é mais cara?

A pesquisa afirma que a gasolina com maior preço médio é comercializada nas bombas do Nordeste a R$ 7,63 e subiram 0,66%.

A menor média, em contrapartida, ficou com a região Sul, onde alcançou o preço médio de R$ 7,21.

A maior média por estado é do Piauí que chegou a R$ 8,17 e a menor, do Rio Grande do Sul: R$7,02.

Em qual estado a gasolina aumentou mais?

Bahia é o estado com o maior aumento da gasolina nesses primeiros dias de maio. O combustível ficou 5,16% mais caro e atingiu o valor de R$ 7,74.

Onde a gasolina baixou de preço?

Apenas cinco estados registraram baixa no preço do combustível.

No Rio Grande do Norte a gasolina teve redução de 1,28%, seguido de Pernambuco que teve uma queda de 0,51% e Maranhão, onde o preço caiu 0,21%. Já na parte norte do país, Tocantins caiu 0,12%.

O preço do etanol caiu?

etanol não teve nenhum recuo no preço médio em nenhuma região do país.

O litro mais caro passou da região Nordeste para a Sul, e custa R$ 6,35. Já o litro mais barato foi encontrado no Centro-Oeste a R$ 5,75.

No mês passado, o estado onde o preço do etanol subiu mais foi São Paulo. Contudo o índice registrou que o Ceará teve o maior salto de preço: no estado o combustível passou de R$ 6,13 para R$ 6,71. E o litro mais caro foi comercializado no Pará (R$ 6,76) e o mais barato, em São Paulo (R$ 5,20).

Nos primeiros dias do mês, o etanol se apresentou como opção mais favorável apenas para duas cidades do País: Goiás e Mato Grosso. Diferentemente do mês passado, onde foi recomendado em cinco estados.

Petróleo fecha em queda, com manutenção de plano da Opep+ no radar

Os contratos futuros do petróleo fecharam em baixa nesta quinta-feira, 30, enquanto operadores acompanharam a decisão da Organização de Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+) de manter o atual plano de oferta. Movimentações do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, também estão no radar e investidores poderam o possível aumento na oferta da commodity.

Preço da gasolina tem redução em postos em SP, mostra pesquisa do Procon

O Procon-SP (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor) realizou um monitoramento em postos de combustível da capital paulista e no interior do estado de São Paulo e constatou uma queda média de R$ 0,30 por litro no preço da gasolina comum em 477 postos.

Petróleo: Cotas Mais Altas da Opep+ Não Vão Aumentar Produção de Petróleo

É improvável que a Opep+ decida se desviar de seus planos de produção de petróleo existentes na reunião de hoje. No mês passado, surpreendeu o mercado ao aumentar as cotas de produção mais do que o esperado. No entanto, a maioria dos países da Opep+ já está produzindo em suas capacidades máximas agora, portanto, mesmo com cotas mais altas, não devemos esperar que muito mais petróleo chegue ao mercado produzidos por seus membros.