(Imagem: REUTERS/Ricardo Moraes)

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que o governo está estudando propostas para reduzir o preço dos combustíveis e confirmou que os programas de incentivo à produção de biodiesel e etanol estão garantidos. Neste semana, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou ao Valor que não mexerá nos percentuais de mistura do biocombustível no diesel fóssil. “Biodiesel e etanol eram nossa preocupação maior, esses programas estão garantidos”, disse durante evento virtual do BTG Pactual.

Tereza Cristina disse que existe um movimento global de alta nos preços de alimentos e combustíveis, impulsionado no Brasil pelo câmbio. “Vamos ter outros solavancos, estamos vivendo um momento atípico. Cada país está montando sua estratégia de proteção na área de alimentos, energia e combustíveis. Temos que acompanhar e ser ágeis para que políticas possam ser implementadas e fazer equilíbrio para que a população não sofra muito”, afirmou.

“Tudo tem equilíbrio. No começo da pandemia o problema era etanol, todos preocupados que teriam problemas. As coisas foram se acomodando e hoje está o inverso do que aconteceu no ano passado”.

O câmbio também é motivo de preocupação para a ministra pelo impacto aos produtores na comercialização da safra. O receio é com a falta de segurança jurídica para os contratos de venda dos grãos. “Hoje a preocupação maior é que o mercado tem que entender que contratos foram fechados para soja lá atrás a R$ 80 ou R$ 90 e hoje [a saca de soja] pode estar R$ 180. Temos que manter que mercado tenha segurança, que o produtor entenda isso. Que quando [o preço] vai abaixo ele vai receber pelo que fechou. Temos que ter segurança jurídica e institucional”, concluiu.

Conteúdo publicado pelo Valor PRO, serviço de tempo real do Valor
Autor/Veículo: Valor Investe

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petrobras reduz preço da gasolina pela primeira vez no ano

A Petrobras vai reduzir o preço da gasolina nas refinarias a partir deste sábado (20), informou a companhia nesta sexta-feira (20). É a primeira queda no preço do combustível este ano – desde janeiro, já havia subido seis vezes.

Etanol dispara e sobe 35% nas usinas ajudado pela alta da gasolina e por atraso de safra

O etanol hidratado teve evolução de 35% nos últimos 30 dias nas usinas do Centro-Sul. O litro do combustível subiu para R$ 2,973 em Paulínia (SP), base de armazenamento e de distribuição da região.

Siderúrgicas caem até 6%, BTG sobe 3% e IMC afunda 9% com pressão da KFC

O Ibovespa, que chegou a subir cerca de 0,7% na máxima do dia, virou para o campo negativo e recuou 0,50% nesta terça-feira, 19, voltando para os 120.636 pontos.

Saudi Aramco eleva preços do petróleo para Ásia e EUA em fevereiro

A estatal saudita Saudi Aramco (SE:2222) divulgou nesta quarta-feira, 6, as fórmulas…