© Reuters.

As importações de petróleo pela Índia tiveram a maior queda em quatro meses em fevereiro, mostraram dados do governo nesta segunda-feira, conforme a demanda desacelerou devido ao aumento nos preços dos combustíveis e uma retomada de casos de Covid-19, que potencialmente poderia levar a novas restrições.

As importações de petróleo pela Índia em fevereiro caíram 18,3% na comparação anual, para 15,24 milhões de toneladas, o maior recuo ano a ano desde outubro de 2020, mostraram dados da célula de análise e planejamento de petróleo (PPAC).

“A Índia está dependendo de suas reservas por enquanto e esperando o rali dos preços esfriar”, disse o vice-presidente da Motilal Oswal, Amit Sajeja.

“Mas, se a queda continuar nos próximos meses, ela se tornaria um preocupante indicador de desaceleração econômica.”

O consumo de combustíveis da Índia também caiu pelo segundo mês consecutivo em fevereiro, ao menor nível desde setembro, enquanto o processamento de petróleo recuou dos níveis vistos em janeiro, que estavam no maior nível em quase um ano.

A Índia, terceira maior importadora e consumidora de petróleo do mundo, registrou na segunda-feira o maior número de casos e mortes por Covid-19 em meses, e autoridades reintroduziram algumas medidas para tentar reduzir a velocidade de propagação do vírus, especialmente no Estado de Maharashtra, ao oeste.

Enquanto isso, refinarias estatais indianas estão planejando cortar importações junto à Arábia Saudita em cerca de um quarto em maio, disseram à Reuters fontes com conhecimento do assunto na semana passada.

As exportações de produtos de petróleo pela Índia caíram 17,7%, segundo os dados. Os embarques de diesel recuaram 11,7% na comparação anual e 9,1% ante o mês anterior.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petróleo Brent fecha em queda, em dia de feriado de Ação de Graças nos EUA

A baixa liquidez nos mercados globais levou o petróleo Brent de fevereiro a encerrar a sessão desta quinta-feira (26) em queda de 1,52%

Custo da soja pressiona biodiesel, mas não haverá ruptura na produção

Para o presidente da Ubrabio, Juan Diego Ferrés, gordura animal e óleos vegetais ganham participação na fabricação

Estoque de CBIOS representa 25% da meta de 2021

O primeiro mês do ano mal terminou e a quantidade de Créditos de Descarbonização (CBios) disponíveis para negociação já representa 25% da meta de 2021.