decisão do governo do presidente Jair Bolsonaro de zerar por dois meses, a partir de 1º de março, a cobrança de impostos federais que incidem sobre o diesel combustível vai representar uma renúncia de receitas no período de 3 bilhões de reais, segundo primeira estimativa realizada pela XP Investimentos, tendo como base os atuais níveis de preço e volume de vendas.

A decisão do governo do presidente Jair Bolsonaro de zerar por dois meses, a partir de 1º de março, a cobrança de impostos federais que incidem sobre o diesel combustível vai representar uma renúncia de receitas no período de 3 bilhões de reais, segundo primeira estimativa realizada pela XP Investimentos, tendo como base os atuais níveis de preço e volume de vendas.

Apesar de a medida ter sido anunciada na noite de quinta-feira por Bolsonaroem uma transmissão pela rede social, o Ministério da Economia até o início da tarde desta sexta-feira ainda não havia divulgado um cálculo do impacto da medida para os cofres públicos nem informações sobre como a desoneração será compensada.

A XP informou que o impacto no gás de cozinha –o presidente também anunciou ter zerado para sempre os impostos federais no insumo– tende a ser pequeno, embora a corretora ainda não havia finalizado as contas.

No informe, a XP observa que o mais relevante é que “o atual arcabouço fiscal brasileiro não permite tal medida sem compensação”.

“O Poder Executivo, mediante Decreto, pode reduzir as alíquotas das contribuições para o PIS e para a Cofins sobre combustíveis. No entanto, há necessidade de adoção de medidas compensatórias para atender o art. 14 da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal). A redução só poderá entrar em vigor quando implementadas as medidas compensatórias, por meio de ato(s) concreto(s)”, destacou.

O mercado tem reagido fortemente nesta sexta-feira às declarações dadas pelo presidente sobre a Petrobras na véspera. As ações da petrolífera registram forte queda no pregão.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Bolsonaro critica Petrobras e diz que vai zerar imposto federal no diesel

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) criticou a Petrobras pela alta no preço dos combustíveis e disse que vai zerar os impostos federais sobre o diesel, por dois meses, e sobre o gás de cozinha, por tempo indeterminado.

73º Leilão de Biodiesel Complementar negocia 72,75 milhões de litros

No 73º Leilão de Biodiesel Complementar da ANP foram arrematados 72.750.000 litros de biodiesel para atendimento à mistura obrigatória.

Gasolina sobe pela 6ª semana, mas etanol só compensa em 3 Estados

O preço médio cobrado pelo litro da gasolina nos postos brasileiros subiu…