Líder da maioria no Senado insta Biden a liberar petróleo da SPR

O líder da maioria no Senado, Chuck Schumer, pediu ao presidente Biden que liberte o petróleo da reserva estratégica de petróleo para reduzir os preços dos combustíveis no varejo antes do feriado.

“Estamos aqui hoje porque precisamos de alívio imediato na bomba de gasolina e o lugar para olhar é a Reserva Estratégica de Petróleo”, disse Schumer à mídia, conforme citado pela Reuters.

Vários especialistas opinaram sobre a ideia de liberar o petróleo da SPR com opinião unânime de que isso não ajudará a baixar os preços na bomba de maneira consistente.

Por um lado, uma liberação emergencial do SRP não faria nada para o abastecimento regular de petróleo no país, que depende da produção local e das importações. Por outro lado, o tipo de óleo armazenado na SPR não é o preferido pelos refinadores, então, mesmo que alguns milhões de barris sejam liberados, eles podem não necessariamente levar a um aumento na produção de combustíveis.

O telefonema de Schumer veio depois que um grupo de senadores democratas escreveu uma carta ao presidente Biden instando-o a proibir as exportações de petróleo como forma de reduzir os preços na bomba.

“À luz dessas preocupações urgentes, pedimos que você considere todas as ferramentas à sua disposição para reduzir os preços da gasolina nos EUA. Isso inclui uma liberação da Reserva Estratégica de Petróleo e a proibição das exportações de petróleo bruto”, os legisladores, liderados pelo Sen. Elizabeth Warren, o senador Sherrod Brown e o senador Jack Reed, entre outros, disseram na carta.

“Enquanto os Estados Unidos trabalham para impulsionar o desenvolvimento de energia limpa e renovável a longo prazo, devemos garantir que os americanos possam abastecer seus carros na bomba enquanto isso”, os autores do carta também escreveu.

Isso gerou uma resposta imediata da indústria de petróleo e gás.

“Essa proposta não faz absolutamente nada para aliviar os preços mais altos ou torná-los mais baixos do que em qualquer sentido relativo”, disse o economista do petróleo Karr Ingham, da Texas Alliance of Energy Producers e criador do Texas Petroleum Index, à Fox News na semana passada.

Petróleo despenca até 13% e WTI fica abaixo de US$ 70, com temor por nova cepa

Os contratos futuros do petróleo despencaram nesta sexta-feira, 26, com recuo de até 13%. Tanto em Nova York, quanto em Londres os ativos tiveram o pior desempenho desde o início de setembro, com o WTI tendo perdido a marca dos US$ 70.

Governo vende 55 milhões de barris de petróleo do pré-sal por R$ 25 bilhões

A PPSA (Pré-Sal Petróleo SA) vendeu nesta sexta-feira (26) 55 milhões de barris de petróleo do pré-sal que pertencem à União. Pelas cotações atuais, o leilão representa uma arrecadação de R$ 25 bilhões para o governo federal no prazo de cinco anos.

Opep+ monitora nova variante da Covid-19, com receios sobre perspectiva, dizem fontes

A Opep+ está monitorando os desenvolvimentos em torno da nova variante do coronavírus, disseram fontes nesta sexta-feira, com alguns expressando preocupação de que isso possa piorar as perspectivas do mercado de petróleo menos de uma semana antes de uma reunião para definir política.