Os produtores de biodiesel estão procurando se antecipar e colocar no mercado um produto com mais elevado grau de qualidade, evitando, assim, qualquer crítica que venha a ser feita – especialmente pelas montadoras – quando da implementação do B20.

O setor já considera que o biodiesel brasileiro já possui especificações técnicas mais rigorosas do que o consumido na Europa e Estados Unidos.

A mistura de 20% no diesel ainda não tem prazo definido pela Agência Nacional de Petroléo, Gás e Biocombustível (ANP) – atualmente está aprovada o B11 e o B15 deve entrar em vigor até 2023 –

O presidente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), Juan Diego Ferrés, garantiu que o caminho está alicerçado para novos avanços. “As indústrias estão investindo em ampliações que vão aumentar a capacidade de oferta de biodiesel para o mercado nacional, além da melhoria nas especificação do biodiesel que aumentou a durabilidade do produto, garantido maior qualidade ao consumidor”, diz.

Com o consumo de 5,5 bilhões de litros anuais de biodiesel, o Brasil é vice-líder ao lado da Indonésia, mas o arquipélago asiático, com muito menos volume e variedade de matéria-prima para ser transformadas em biodiesel, está prestes a ser o campeão de mitigação do efeito estufa com base nesse combustível.

O B20 lá começa em 2020.

Fonte: Money Times

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Preços dos combustíveis nos postos recuam nesta semana, diz ANP

Segundo o levantamento semanal da agência, o valor médio do litro da gasolina para o consumidor recuou 0,13%, a R$ 3,803.

Preço do biodiesel cai 8% em retomada do 75º leilão

Cerca de 1,7 bilhão de litros de biodiesel foram negociados ao preço médio de…

EXCLUSIVO-Raízen negocia consórcio com fundo GIP por refinarias da Petrobras, dizem fontes

SAO PAULO (Reuters) – A gestora de fundos Global Infrastructure Partners (GIP)…

Indústria de biodiesel do Brasil sofre com pandemia e é pressionada a mudar contratos

Produtores de biodiesel do Brasil avaliam negociar alguma flexibilização nos próximos contratos para a venda do produto.