Campo de petróleo em Vaudoy-en-Brie, na França — Foto: Christian Hartmann/Reuters

Integrantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados decidiram limitar a 500 mil barris diários o aumento de sua produção em janeiro, em vez dos 2 milhões previstos inicialmente, anunciou nesta quarta-feira (3) o Ministério cazaque da Energia.

“Decidiu-se aumentar a oferta de petróleo em janeiro de 2021, com um aumento total da produção de 500 mil barris por dia”, informou o ministro após uma reunião com colegas via videoconferência.

A Opep confirmou o acordo e assinalou que o reajuste reduz os cortes a 7,2 milhões de barris diários, frente aos 7,7 milhões atuais.

A decisão parece resultado de um compromisso entre os países que desejavam prorrogar os cortes atuais e os que buscavam se ajustar ao calendário decidido após duras negociações realizadas em abril de 2020.

A primeira onda da pandemia levou a uma queda da demanda e dos preços do petróleo. Após negociações as negociações de abril, a Opep+, que inclui a Rússia, optou por cortes drásticos na produção, para evitar a queda dos preços.

A decisão de hoje foi anunciada após uma semana de negociações formais e informais entre os 23 membros da aliança.

O esforço acertado nos últimos meses, difícil para as finanças dos exportadores, freou a queda vertiginosa dos preços do óleo cru. A segunda onda da pandemia acabou com a esperança de uma recuperação rápida do crescimento mundial e dos movimentos de bens e pessoas consumidoras de combustível.

Por France Presse

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Preços do etanol em alta traduz potencial aumento da gasolina e fim de safra

De olho no comportamento de alta do petróleo e da Petrobras (PETR3;…

ANP recorre contra redução de metas do Renovabio

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) solicitou a…

Petróleo tem maior alta diária já registrada com expectativa de cortes de produção

Os contratos do petróleo fecharam esta quinta-feira (2) com os maiores saltos em uma única sessão já registrados.

Etanol hidratado sobe 2,05% nas usinas paulistas na semana e anidro recua 1,03%

O valor do etanol hidratado nas usinas paulistas subiu 2,05% nesta semana ante a anterior