O ministro de Energia da Arábia Saudita, príncipe Abdulaziz bin Salman, disse na segunda-feira que o acordo da Opep+ poderia sofrer ajustes de acordo com as condições do mercado (Imagem: REUTERS/Dado Ruvic/Ilustração)

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, conhecidos como Opep+, podem prorrogar seus atuais cortes de oferta de petróleo para que vigorem em 2021 ou aumentar os cortes de produção se as condições de mercado assim exigirem, disse o ministro de Energia da Argélia nesta quarta-feira, ao participar de evento do setor.

A Opep+, que inclui membros da Opep e outros países liderados pela Rússia, tem restringido a produção para apoiar os preços, mas o atual pacto prevê redução dos cortes de oferta a partir de 2021.

O ministro de Energia da Arábia Saudita, príncipe Abdulaziz bin Salman, disse na segunda-feira que o acordo da Opep+ poderia sofrer ajustes de acordo com as condições do mercado.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petrobras eleva preço do gás de cozinha em 6% a partir de quinta-feira

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Petrobras (SA:PETR4) elevará o gás liquefeito…

Petrobras aumenta preços do diesel e gasolina nas refinarias

RIO DE JANEIRO/SÃO PAULO (Reuters) – A Petrobras aumentará o preço da…

Preços considerados bons do etanol não recomendam muita sede ao pote das usinas até dezembro

A Petrobras (PETR3; PETR4) evitou reduzir a gasolina na semana passada, quando…