A oferta total de petróleo nos EUA aumentará 370.000 barris por dia (bpd) em 2021 para 17,99 milhões de bpd (Imagem: REUTERS/Nick Oxford)

A perspectiva de oferta de shale nos EUA é um pouco mais “otimista” por causa do aumento dos preços do petróleo e a produção deve ser recuperar ainda mais no segundo semestre deste ano, disse a Opep nesta quinta-feira.

A oferta total de petróleo nos EUA aumentará 370.000 barris por dia (bpd) em 2021 para 17,99 milhões de bpd, disse a Organização dos Países Exportadores de Petróleo em um relatório mensal, 71.000 bpd acima da previsão anterior.

Uma recuperação significativa no shale poderia prejudicar os esforços da Opep e seus aliados, conhecidos como Opep+, para apoiar o mercado.

Os preços do petróleo atingiram uma máxima de 11 meses, acima de 57 dólares o barril, esta semana, apoiados pela restrição de oferta da Opep+ e um corte voluntário pela Arábia Saudita.

“A perspectiva de fornecimento de 2021 agora é um pouco mais otimista para o shale dos EUA com o aumento dos preços do petróleo, e a produção deve se recuperar mais no segundo semestre de 2021”, disse a Opep.

Ainda no relatório, a Opep não alterou suas projeções para a demanda mundial de petróleo.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petróleo fecha em forte alta e termina semana com ganhos acima de 10%

No pregão desta sexta (5), o Brent, a referência global, ultrapassando a barreira psicológica de US$ 40 por barril pela primeira vez desde março.

Combustíveis voltam a ter queda no preço.

Os combustíveis voltaram a apresentar queda em seus preços médios na ultima semana segundo dados coletados pela ANP nos postos de combustíveis no Brasil.

Petrobras lança Fatos e Dados sobre diesel para explicar política de preço

A Petrobras (SA:PETR4) saiu em defesa da sua política de preços em relação ao diesel, combustível que está no topo das insatisfações dos caminhoneiros com o governo Jair Bolsonaro, e listou uma série de respostas para justificar eventuais aumentos concedidos ou que possam vir a ser feitos este ano, diante de preços de petróleo em franca recuperação.