Imagem: adobestock.com

A Petrobras informou que já produz em suas refinarias e começou a comercializar aos distribuidores a gasolina com octanagem RON 93, que passa a ser obrigatória a partir de janeiro de 2022 em todo o país, segundo as novas regras da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A Resolução 807/20, da ANP, entra em vigor na próxima segunda-feira, dia 3 de agosto. A regra estabelece uma octanagem mínima de 92 pela metodologia RON (Research Octane Number), a mesma já existente na Europa.

A norma fixa também densidade mínima de 715 kg/m3. Segundo a Petrobras, além da mais eficiência, existe a possibilidade de redução 5% no consumo de gasolina por quilômetro rodado. A estatal diz também que a nova gasolina deve “dificultar fraudes na sua formulação, combate ao uso de solventes e naftas de baixa qualidade na adulteração do produto comercializado ao consumidor.”

Fonte: UOL

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Etanol sobe em 14 estados; preço médio avança 0,09% no país, confirma ANP

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 14 Estados na semana…

Postos de gasolina vão questionar escalada de preço do biodiesel no Cade

Combustível natural já é 12% do segmento e foi vendido pelo dobro do diesel de petróleo no último leilão

Por Que o Petróleo Deve Continuar em Consolidação (ao Menos no Curto Prazo)

Esta semana tivemos diversas perspectivas austeras para demanda no mercado petrolífero, mas os preços ignoraram esses relatórios e subiram.

TST diz que greve na Petrobras é ilegal e que petroleiros devem voltar ao trabalho

Com 17 dias de duração, essa é a maior greve da categoria desde 1995