Foto: Petrobras/Facebook

A Petrobras (PETR3; PETR4) foi condenada por uma câmara arbitral de Nova York a pagar uma indenização à IESA Óleo e Gás. A condenação refere-se a um contrato para a construção de módulos para plataformas flutuantes.

As empresas do grupo que deverão arcar com a sentença são a subsidiária integral Petrobras Netherlands e a Tupi P.V. A Petrobras Netherlands possui 67,6% da Tupi P.V.

O valor total da indenização é de US$ 70 milhões, mais juros. A Petrobras Netherlands deverá pagar US$ 37 milhões, mais juros. Os demais US$ 33 milhões, mais juros, sairão do bolsa da Tupi P.V.

Fonte: Money Times

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Refap pode ser vendida por até R$ 1,4 bi

A proposta apresentada pela Ultrapar Participações à Petrobras para a compra da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), no Rio Grande do Sul, ficou entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,4 bilhão, de acordo com fontes do mercado ouvidas pelo Valor.

Petrobras cria Gerência Executiva de Mudança Climática

Em comunicado, a empresa diz que a decisão reforça a crescente importância das atividades relativas à transição para baixo carbono na companhia

Preços do petróleo fecham em queda nesta segunda após reunião da Opep+

Investidores também se preocupam com o aumento no número de casos de Covid-19 em todo o mundo.

Demanda global por petróleo se recupera após queda em novembro

A demanda global por petróleo se recupera com o forte consumo contínuo…