Foto: Reuters

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A Petrobras (SA:PETR4) elevará o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, em 6% a partir de quinta-feira, informou nesta quarta-feira a assessoria de imprensa da petroleira, após ser consultada.

Com o reajuste, o valor praticado pela Petrobras irá a 35,98 reais por 13kg.

Em nota, a empresa reiterou que desde novembro de 2019 igualou os preços de GLP para os segmentos residencial e industrial/comercial, e que o produto é vendido pela Petrobras às distribuidoras a granel.

“Por sua vez, as distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final”, frisou a empresa.

A Petrobras afirmou ainda que os preços de GLP praticados por ela tem como referência o valor de paridade de importação, formado pelo valor do produto no mercado internacional, mais os custos que importadores teriam, como frete de navios, taxas portuárias e demais custos internos de transporte para cada ponto de fornecimento, também sendo influenciado pela taxa de câmbio.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Alteração de PMPF e impacto sobre os preços dos combustíveis. 01/10/2020

O CONFAZ divulgou o ATO COTEPE Nº 28 do ano de 2020 que altera o Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final.

Petróleo dos EUA atinge US$ 10, capacidade de armazenamento em risco; entenda

Os mercados de petróleo estavam em baixa na segunda-feira (20), caindo para mínimas de 1999.

IEA vê novos “lockdowns” na Europa impactando perspectivas de demanda por energia

Renovadas medidas de “lockdown” na Europa que visam conter o aumento nos…

Opep+ pode ampliar cortes de oferta de petróleo se preciso, diz ministro da Argélia

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados, conhecidos…