A companhia disse que o chamado Programa de Eficiência de Poços (PEP-70) tem expectativa de reduzir progressivamente os prazos para construção dessas estruturas em Búzios (Imagem: Divulgação/ Petrobras)

A Petrobras (PETR3; PETR4) lançou uma iniciativa que visa cortes de 30% nos custos relacionados a poços e será concentrada em operações futuras do campo de Búzios, o maior do mundo em águas profundas e principal ativo da estatal, no pré-sal da Bacia de Santos.

A companhia disse que o chamado Programa de Eficiência de Poços (PEP-70) tem expectativa de reduzir progressivamente os prazos para construção dessas estruturas em Búzios, o que envolve otimização de projetos de engenharia e incorporação de novas tecnologias em fase de desenvolvimento.

“Para efeito de comparação, a média dos poços perfurados no campo de Búzios em 2017 foi de 171 dias. Em 2020, graças à aplicação de novas soluções tecnológicas, um dos poços foi construído em apenas 91 dias… Com o novo programa, a meta agora é avançar ainda mais nessa atividade”, afirmou a estatal, em comunicado à imprensa nesta sexta-feira.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petrobras tem prejuízo de R$ 1,5 bi no 3º tri com adesão a anistias tributárias

A Petrobras (PETR4) reportou um inesperado prejuízo líquido de 1,5 bilhão de reais no…

Goldman eleva estimativa de produção de petróleo do Brasil até 2022

A previsão da Petrobras é de investimentos de US$ 40 bilhões a US$ 50 bilhões entre 2021 e 2025

Só gasolina escapa da queda de vendas entre derivados em novembro, diz MME

As sucessivas altas no preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) este…

Etanol pode recuperar preços na fábrica, depois da alta da gasolina e petróleo renovando máximas

Com a gasolina 3% mais cara desde a quarta-feira na refinaria e…