Petrobras prevê investir R$ 2,5 bi em refinaria este ano, novo recorde

A Petrobras espera bater, em 2022, um novo recorde de investimentos em manutenção de suas refinarias. Ao todo, a empresa pretende destinar R$ 2,5 bilhões às paradas programadas de suas unidades este ano.

Em 2021, a estatal já havia atingido uma marca histórica, em valores nominais, na manutenção do parque de refino. A companhia gastou R$ 2,3 bilhões com as paradas preventivas no segmento. O montante representa um aumento de mais de 50% em relação a 2020 e de 20% em comparação ao recorde anterior, de 2019. O aumento dos gastos ocorre diante da perspectiva de abertura do setor e das tentativas da estatal de vender ativos.

Em nota, a Petrobras destacou que, mesmo com diversas paradas para manutenção, conseguiu atingir, no ano passado, um fator de utilização total (FUT) de 83% da capacidade de refino. Este é o maior índice dos últimos cinco anos. Segundo a estatal, os números refletem ganhos de eficiência.

As paradas programadas são grandes intervenções nas refinarias, nas quais são realizadas a manutenção de diversas unidades industriais, inspeções e reparos ou substituições de equipamentos, entre outras atividades. Mais de 4 mil equipamentos passaram por inspeção e manutenção nas paradas de 2021. Para este ano, são esperadas intervenções em mais de 4,5 mil equipamentos.

O plano de negócios 2022-2026 da Petrobras prevê investimentos de US$ 6,1 bilhões no refino. O planejamento prevê não só a manutenção do parque, mas também a ampliação da capacidade de produção, especialmente de derivados menos poluentes, como o diesel S-10. A ideia da estatal é concluir as obras da refinaria para, em seguida, vender o ativo – que não despertou o interesse de compradores, numa primeira tentativa de negociações.

Distribuidoras regionais saem do mercado e importação de combustíveis tem nova concentração

No meio da crise de preços devido à crise do petróleo no mercado internacional, o setor de distribuição de combustíveis brasileiro voltou a ter uma nova concentração de postos bandeirados, acelerados pelas dificuldades de importação pelas distribuidoras regionais.

Confaz pedirá prorrogação de prazo a Mendonça sobre ICMS dos combustíveis

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) ainda não se manifestou sobre a declaração do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), de querer votar o projeto que limita o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre combustíveis na próxima terça (24/5).

Por que os investidores devem prestar muita atenção ao desaparecimento do spread WTI-Brent

O investidor médio pode não pensar muito sobre o spread do preço do petróleo entre o West Texas Intermediate (WTI) e o Brent Crude, que geralmente é de apenas alguns dólares por barril - mas a diferença é realmente vital, e que todo petróleo em potencial investidor precisa entender.