Petrobras promove leves ajustes pontuais nos preços do diesel

A estatal ajustou o preço médio do diesel nas refinarias pela última vez no fim de outubro

A Petrobras (PETR4) informou nesta quarta-feira que promoveu na véspera alguns leves ajustes pontuais nos seus preços de venda de diesel para as distribuidoras, mas sem alteração do valor médio de comercialização do produto no país.

De acordo com a Petrobras, foram realizadas sete reduções de 10 reais/m³ (0,010 real/litro) e um aumento de 8 reais/m³ (0,008 real/litro).

Consultada, a empresa afirmou por meio da assessoria de imprensa que os ajustes não alteraram o preço médio de venda do diesel da Petrobras.

A estatal ajustou o preço médio do diesel nas refinarias pela última vez no fim de outubro, quando houve uma alta de 9,15%.

Nesta quarta-feira, a companhia informou redução de 10 reais/m³ nos preços de diesel S10 em Ribeirão Preto (SP), Uberaba (MG), Uberlândia (MG) e Brasília.

Além disso, alterou os preços do diesel S500 em Ribeirão Preto, Uberaba e Uberlândia nos mesmos valores.

A companhia ainda aumentou em 8 reais/m³ o diesel S10 em Senador Canedo (GO), com manutenção dos preços do diesel S500 no local.

“Essas ações visam aumentar a eficiência das operações e a competitividade da Petrobras em ambiente concorrencial”, disse.

Na mesma nota, a companhia informou que desde novembro passou a ofertar para as distribuidoras a opção de entrega de gasolina, diesel S10 e S500 em Vila do Conde (PA) por via marítima.

Após planejamento dos clientes, o primeiro navio está programado para entrega em janeiro de 2022.

Petróleo tem pior semana desde março, com WTI abaixo de US$ 90

Os touros do petróleo costumavam sorrir para o mercado de trabalho dos EUA com orgulho. Agora, eles não têm mais tanta certeza se deveriam.

Medos de recessão tomam conta dos mercados de petróleo

Os preços do petróleo estão de volta aos níveis em que estavam antes de a Rússia invadir a Ucrânia, destacando que uma recessão global e a destruição da demanda são agora o foco central dos comerciantes.

Petróleo cai cerca de 7% na semana e preço negociado volta a ser o mesmo de fevereiro

Brent e WTI operam em alta moderada, rompendo o fechamento negativo de dois pregões consecutivos. Mas a recuperação de hoje, no patamar de 1% para ambas as referências, não chega perto do acumulado de perdas da semana, que somam cerca de 7%.