Os preços da gasolina nas bombas dos postos do Brasil avançaram em média 1,35% nesta semana, segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) divulgados nesta sexta-feira (10). O diesel, combustível mais utilizado do país, teve reajuste médio de 0,89%.

O movimento nos preços veio apesar de a Petrobras ter mantido estável o custo da gasolina em suas refinarias desde 30 de abril, quando houve um reajuste médio de 3,5% no combustível, para R$ 2,0450 por litro, maior patamar desde 23 de outubro do ano passado.

Já a alta no diesel seguiu em parte uma elevação de preços pela Petrobras no sábado, de 2,57%, para uma média de R$ 2,3047 por litro.

Com a alta nos postos, o preço médio da gasolina para os consumidores finais fechou a semana em R$ 4,566 por litro, ante R$ 4,505 na semana anterior.

Já o diesel subiu de R$ 3,612 para R$ 3,644 por litro em uma semana.

O repasse de preços ao consumidor final depende da estratégia comercial das distribuidoras e revendedoras, do valor do etanol anidro misturado à gasolina, dentre outros fatores.

Em contraste com o movimento nos combustíveis fósseis, o etanol, concorrente da gasolina nas bombas, fechou a semana com queda de 1,89%, a R$ 3,060 por litro.

As usinas de açúcar do centro-sul do Brasil somaram vendas de etanol de 1,32 bilhão de litros na segunda quinzena de abril, sendo 47,95 milhões de litros destinados à exportação e 1,27 bilhão de litros ao mercado interno, disse nesta sexta-feira a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica). As usinas direcionaram em abril 71% de sua cana para a produção de etanol.

Fonte: Folha de S.Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Etanol: com lockdowns e safra na porta, a torcida para reversão dos preços vem de fora

Não há novidade na queda dos preços do etanol hidratado do dia 15 a 19 nas usinas, nem o tamanho, 5,66% (R$ 2,7414 o litro), depois que os preços diários das distribuidoras derreteram a semana toda, acumulando 7,87% (R$ 2,657) na tabela negativa do mês, de acordo com dados do Cepea.

Etanol anidro cai 0,30% e hidratado sobe 0,47% nas usinas paulistas na semana

Nas usinas paulistas o etanol hidratado subiu 0,47% na semana de 11 a 15 de janeiro, de R$ 2,0639 o litro para R$ 2,0737 o litro, em média, de acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq).

BR não é beneficiada por redução judicial em meta do RenovaBio, mas quer flexibilização

A BR Distribuidora, maior do setor do Brasil, informou que a liminar…

STJ nega pedido de liminar da BRASILCOM para reduzir metas do RENOVABIO em 2020

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou o pedido da Associação das…