Imagem: Lucas Lacaz Ruiz/Estadão Conteúdo

Ontem, 4, a S&P Global Platts calculou o etanol anidro nas usinas de Ribeirão Preto a R$ 3.510/m³, sua maior avaliação. Este valor representa um aumento de 85% no ano e de R$ 150/m³ em relação ao recorde anterior, de 2 de março.

Apesar da safra 2021/22 do Centro-Sul ter iniciado oficialmente em 1º de abril, o que poderia indicar uma queda nos preços, especialmente em meio a um cenário de aumento da oferta e de demanda limitada, o preço do anidro está efetivamente em alta, sustentado por uma combinação de aspectos otimistas.

Os números mais recentes da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) apontam para uma produção total de 731 milhões de litros de etanol nos primeiros 15 dias de moagem, uma queda de 25,92% em relação a 2020/21. Destes, a produção de anidro foi de 104 milhões de litros, queda de 41,47% no mesmo comparativo.

Como há uma mistura obrigatória de anidro na gasolina, qualquer variação na demanda do combustível fóssil desencadeia o mesmo movimento para o renovável. Assim, enquanto as vendas de hidratado caíram 14,6% em 2020, as de gasolina caíram apenas 6,1%, o que amorteceu a redução na comercialização do anidro.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Em protesto, sindicato distribui mil litros de gasolina no interior de SP

Em protesto realizado na manhã de hoje, o Sindipetro-SJC (Sindicato dos Petroleiros de São José dos Campos e Região) distribuiu mil litros de gasolina a motoristas de carro e entregadores de aplicativos em São José dos Campos, no interior de São Paulo.

Bolsonaro insiste em mudar imposto da gasolina; preço cairia?

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vem mencionando, em lives e declarações, um projeto feito pelo governo federal para mudar a cobrança do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), um imposto estadual, que incide sobre combustíveis. O presidente chegou a dizer que levará o caso ao STF (Supremo Tribunal Federal) se a proposta não for aprovada pelo Congresso.

ANP diz que cassou liminar que reduziu metas de CBios

As metas individuais revisadas para cada distribuidora só foram publicadas ao final de setembro pela reguladora ANP, após um processo de redução nas obrigações de compras de CBios motivado pela pandemia

Sob nova gestão, BR aposta em ‘transição energética’

Há pouco mais de um mês no cargo, o novo presidente da BR Distribuidora, Wilson Ferreira Junior, começa a gestão na companhia com foco definido. Uma das prioridades é posicionar a BR na transição para uma economia de baixa emissão de carbono.