Imagem: Reprodução Adobe Stock

Os preços do petróleo atingiram uma máxima de um mês e meio esta sexta-feira (15), perante sinais de que a procura por petróleo esta a aumentar, após a China ter reportado um aumento nas operações nas refinarias e completando uma semana de notícias optimistas no que toca a oferta.

O petróleo West Texas Intermediate (WTI) subiu 65 centavos, ou 2,36%, nos US$ 28,21 por barril, depois de atingir 28,75 dólares, o seu nível mais alto desde o início de Abril. O WTI ganhou 9% na sessão anterior.

Em Londres, o barril do petróleo tipo Brent subiu 81 centavos, ou 2,6%, a US$ 31,94, depois de atingir US$ 32,50, o nível mais alto desde 13 de abril. O Brent subiu quase 7% na quinta-feira.

Ambos os contratos estão a caminho de uma terceira semana consecutiva de ganhos.

“Mais sinais de recuperação da procura, juntamente com o aprofundamento dos cortes na produção da OPEP +, bem como de ‘shut-ins’ e declínios naturais de países fora da OPEP +, estão a ajudar os preços do petróleo a recuperar”, disse Bjarne Schieldrop, analista-chefe de commodities do SEB.

Fonte: G1

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Nova especificação da gasolina não resultará em aumento de preço em São Paulo

Gasolina brasileira recebeu novas especificações, mas isso não vai fazer com que ela fique mais cara. Rendimento é superior em até 6% e ela ficou mais difícil de ser adulterada

Fator de utilização de refinarias da Petrobras volta ao nível pré-pandemia

O fator de utilização está em 77%; as refinarias da estatal chegaram a operar com 50%

Preços dos combustíveis nos postos recuam nesta semana, diz ANP

Segundo o levantamento semanal da agência, o valor médio do litro da gasolina para o consumidor recuou 0,4%, a R$ 3,808.

Entenda por que a anp definiu novos padrões para a gasolina à venda no Brasil

COMBUSTÍVEL MAIS EFICIENTE (E MAIS CARO) CHEGA AOS POSTOS A PARTIR DE…