O preço médio da gasolina nas bombas recuou pela 17ª vez seguida, segundo levantamento semanal divulgado pela Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP) nesta sexta-feira (15).

O valor por litro caiu 0,6%, de R$ 4,197 para R$ 4,173. Com mais um recuo, o preço da gasolina atingiu o menor valor desde 6 de janeiro do ano passado (R$ 4,151).

A ANP também apurou uma leve queda no preço do diesel. O valor médio por litro recuou 0,1%, de R$ 3,444 para R$ 3,442. Já o preço por litro do etanol caiu 0,5% no período, de R$ 2,758 para R$ 2,744.

O valor representa uma média calculada pela ANP com dados coletados em diversos postos. Os preços, então, podem variar de acordo com a região.

Preços nas refinarias Nesta sexta-feira, a Petrobras elevou o preço médio da gasolina nas refinarias em 2,29%. Com isso, o valor do litro da gasolina passou de R$ 1,5232 para R$ 1,5581.

Já em relação ao diesel, a estatal manteve o preço médio do litro em R$ 2,0005. O preço da gasolina não sofre queda desde 2 de fevereiro, quando foi reduzido de R$ 1,4907 para R$ 1,4758.

No ano passado, o governo anunciou o fim do programa de subvenção do diesel instituído pela União, que havia sido criado pelo governo após a greve dos caminhoneiros, no fim de maio.

Uma das principais reivindicações da categoria era a redução no preço do combustível.

Fonte: G1 Economia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Petrobras: recuperação do petróleo pode reacender o risco político para a estatal?

Analistas apontam que o cenário da estatal hoje é diferente, mas ruídos políticos ainda afetam a companhia e não deixam de ser um risco

Etanol ultrapassa o limite da paridade com a gasolina e deixa de ser competitivo nos postos

Custando o equivalente a 70,7% do preço da gasolina, renovável chega ao mesmo ponto de abril de 2018; nos estados, preço médio é competitivo apenas em São Paulo, Mato Grosso e Minas Gerais

PETROBRAS: Venda de gasolina é confortável e a de diesel já superou o pré-crise

A venda de gasolina pela Petrobras está em um nível confortável atualmente, segundo o gerente executivo de Comercialização da estatal.