SÃO PAULO (Reuters) – O preço médio da gasolina nos postos do Brasil caiu 0,9 por cento nesta semana frente à anterior, para 4,258 reais por litro, enquanto o diesel, combustível mais utilizado no país, ficou estável, a 3,434 reais por litro, mostraram dados publicados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nesta sexta-feira.

A redução na gasolina vem após o preço médio do combustível nas refinarias da Petrobras (SA:PETR4) ter tocado uma mínima de 14 meses na semana passada. Nos últimos dias, no entanto, a estatal subiu os preços, com um reajuste de 2,5 por cento na quinta-feira e um de 2,1 por cento para a partir de sábado.

O preço da gasolina da petroleira estatal, que responde por quase 100 por cento do refino no Brasil, segue fatores como a cotação do petróleo no mercado internacional e o câmbio, em meio à busca da companhia por rentabilidade.

Mas o repasse dos reajustes dos combustíveis ao consumidor final nos postos depende ainda de diversas variáveis, como margem das distribuidoras e revendedores, impostos e mistura obrigatória de biocombustíveis.

Já o etanol hidratado, concorrente da gasolina nas bombas, teve queda de 1 centavo, ou 0,35 por cento na semana, para 2,82 reais por litro, segundo os dados da ANP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VOCÊ PODE GOSTAR

Preço da gasolina nos postos sobe pela 3ª semana seguida, aponta ANP

O preço médio da gasolina nos postos do país aumentou pela 3ª semana seguida, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP).