Etanol: o preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,697 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 3,006, também foi registrado em São Paulo (Marcos Santos/Agência USP)

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 18 Estados na semana encerrada no sábado, 5, ante o período anterior, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. A cotação do biocombustível caiu em outros sete Estados e no Distrito Federal, enquanto no Amapá não houve apuração.

Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol subiu 1,06% na semana ante a anterior, de R$ 3,124 para R$ 3,157 o litro.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do hidratado ficou em R$ 3,006 alta de 0,70% ante a semana anterior (R$ 2,985).

Na Paraíba, o biocombustível registrou a maior alta porcentual na semana, de 6,05%, de R$ 3,174 para R$ 3,366.

A maior queda semanal, de 1,71%, foi verificada em Alagoas (de R$ 3,569 para R$ 3,508).

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,697 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 3,006, também foi registrado em São Paulo. O preço máximo individual, de R$ 5,149 o litro, foi verificado em um posto do Rio Grande do Sul. O maior preço médio estadual também foi o do Rio Grande do Sul, de R$ 4,375.

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País avançou 3,99%. O Estado com maior alta no período foi a Bahia, onde o litro subiu 16,56%, de R$ 3,122 para R$ 3,639. Em nenhum dos Estados onde houve apuração, o biocombustível se desvalorizou no último mês.

Fonte: Exame

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

‘Não vamos cometer o erro de reajustar preços diariamente’

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse ontem ao Valor que…

Preços do petróleo fecham em queda com preocupação sobre demanda

Apesar do recuo desta quinta-feira, preços acumulam alta na semana com os países flexibilizando os lockdowns relacionados à pandemia de coronavírus.

Distribuidoras já compraram 10,3 milhões de CBios, 70% da meta de 2020

As distribuidoras de combustíveis fósseis já compraram 10,3 milhões de créditos de…