Preço nos EUA despenca 25%; Brent cai abaixo de US$20/barril

NOVA YORK (Reuters) – O petróleo Brent caiu abaixo da marca de 20 dólares por barril e o WTI despencou 25% nesta segunda-feira, com investidores fugindo do “benchmark” dos Estados Unidos devido à falta de espaço para armanezamento em meio ao colapso de demanda causado pela pandemia de coronavírus.

Mesmo com governos em todo o mundo buscando medidas para flexibilizar as restrições de movimentação e ajudar a economia a se recuperar, a demanda por combustíveis continua fraca.

Segundo dados da Kpler, a demanda por combustíveis apresenta queda de 30% globalmente, enquanto os espaços de estoque estão se tornando algo precioso, com praticamente 85% do armazenamento “onshore” do mundo preenchido até a semana passada.

As preocupações econômicas também continuam atormentado o mercado. Segundo uma pesquisa da Reuters com mais de 500 economistas, a economia global deve apresentar contração de 2% neste ano, resultado pior do que na crise financeira.

Os contratos futuros do petróleo dos EUA fecharam em queda de 4,16 dólares, ou 24,6%, a 12,78 dólares por barril. Já o petróleo Brent recuou 1,45 dólar, ou 6,8%, e terminou o dia cotado a 19,99 dólares o barril.

Operadores disseram que a queda no petróleo se deve em parte aos veículos de investimento de varejo, como fundos negociados em bolsa, que estão afastando seus investimentos do primeiro contrato (para junho) para evitar que fiquem “presos” com os papéis, como muitos ficaram há uma semana, quando o vencimento de primeiro mês (para maio, até então) recuou para -37,63 dólares o barril.

Os futuros do petróleo tiveram, na semana passada, a terceira queda semanal consecutiva, com uma baixa de 24% para o Brent e um recuo de 7% para o WTI. Os mercados caíram em oito das últimas nove semanas.

Fonte: Investign.com

Petróleo fecha em baixa, com dólar forte após dados dos EUA e Irã no radar

Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda, nesta sexta-feira, 12. A commodity chegou a subir logo no início do dia, mas não mostrou fôlego, com o movimento negativo reforçado após indicadores dos Estados Unidos fortalecerem o dólar. Além disso, a possibilidade de acordo nuclear com o Irã seguia no radar, com potencial para aumentar a oferta do óleo.

Petróleo encaminha ganhos acima de 3%, assegurando melhor marca das últimas três semanas

O preço do petróleo opera em queda nos momentos finais do pregão desta sexta-feira (12), com mercados menos preocupados com interrupções de fornecimento no Golfo do México e potencial de maior oferta vindo do Irã.

Os preços do petróleo caem à medida que as preocupações com a demanda persistem

Os preços do petróleo caíram na manhã de sexta-feira, apagando alguns ganhos, já que os traders continuam cautelosos em comprar o petróleo novamente.