(Imagem: REUTERS/Angus Mordant)

Os preços do petróleo ampliavam seu rali nesta terça-feira (3), em meio ao dia de eleições nos Estados Unidos, acompanhando uma recuperação em mercados financeiros, mas preocupações com os crescentes casos de coronavírus pelo mundo limitavam os ganhos.

O petróleo Brent subia 0,97 dólar, ou 2,49%, a US$ 39,94 por barril, às 8h17 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava 0,95 dólar, ou 2,58%, a US$ 37,76 por barril.

Ambos os contratos de referência haviam avançado quase 3% na segunda-feira.

“O salto nasceu com as marcas de uma massiva, lógica e até inevitável cobertura de posições vendidas antes das eleições presidenciais dos EUA”, disse Tamas Varga, da corretora PVM.

“Seria tentador concluir que uma recuperação das perdas da semana passada está acontecendo agora, mas esse simplesmente não é um cenário plausível”, acrescentou ele.

Os preços avançaram na segunda-feira após informação de que o ministro de Energia da Rússia manteve conversas com empresas locais sobre uma possível prorrogação de restrições à produção de petróleo no primeiro trimestre de 2021.

“A esperança agora é que uma continuidade dos cortes nos níveis atuais vá ser uma ponte necessária sobre a segunda onda de Covid-19 até quando as vacinas forem desenvolvidas”, disse o Commerzbank.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Importação de petróleo pela Índia tem máxima de quase 3 anos em dezembro

As importações de petróleo pela Índia avançaram em dezembro para os maiores níveis em quase três anos, atingindo mais de 5 milhões de barris por dia (bpd), à medida que refinarias locais ampliavam operações para atender a uma recuperação na demanda por combustíveis, mostraram dados de fontes comerciais.

Não há decisão sobre pacote de socorro ao setor de etanol, afirma Waldery Rodrigues

O Ministério da Economia ainda não bateu o martelo sobre quais serão…

Petrobras diz que já produz nova gasolina que será obrigatória a partir de 2022

A Petrobras informou que já produz em suas refinarias e começou a comercializar aos distribuidores a gasolina com octanagem RON 93.