Preços do petróleo avançam 4% apesar de aumento de estoques dos EUA

(Imagem: REUTERS/Sergei Karpukhin)

Os preços do petróleo avançaram mais de 4% nesta quarta-feira, estendendo ganhos da sessão anterior com melhora no apetite de risco oferecendo suporte, apesar de dados mostrarem aumento inesperado nos estoques de petróleo dos Estados Unidos.

Os contratos futuros do Brent avançaram 2,88 dólares, ou 4,2%, para fechar em 72,23 dólares o barril. O futuros do petróleo dos EUA (WTI) subiram 3,1 dólares, ou 4,6%, a 70,30 dólares o barril.

Os futuros estão se recuperando após queda de cerca de 7% na segunda-feira, seguida de uma acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados, grupo conhecido como Opep+, para aumentar a oferta em 400 mil barris por dia de agosto a dezembro.

A liquidação foi exacerbada por temores que um aumento nos casos da variante Delta do coronavírus nos maiores mercados como Estados Unidos, Reino Unido e Japão afetaria a demanda.

“No geral, o acordo da Opep cristalizou o que o mercado deve esperar quanto à restauração da produção”, afirmou Andy Lipow, presidente da Lipow Oil Associates.

“No entanto, mesmo de acordo com os números da Opep+, não é suficiente para conter a queda geral do estoque mundial de petróleo e, para mim, isso é dar suporte ao mercado.”

Os ganhos nos preços desta quarta-feira ocorreram apesar do avanço nos estoques de petróleo dos Estados Unidos pela primeira vez desde maio.

Os estoques de petróleo avançaram inesperadamente 2,1 milhões de barris na semana passada, para 439,7 milhões de barris, segundo dados da Administração de Informação sobre Energia (AIE). Analistas esperavam uma queda de 4,5 milhões de barris. [EIA/S]

Petróleo fecha em alta com foco em restrição de oferta, apesar de dólar forte

O petróleo fechou em alta nesta terça-feira, 26, com o foco dos investidores voltado para a crise energética que tem elevado o preço do barril recentemente. A demanda pela commodity aumentou com a reabertura econômica e também devido à escassez de gás natural no mercado. No entanto, a oferta não tem sido capaz de compensar a maior procura.

Caminhoneiros protestam em rodovia no Pará contra reajustes do diesel

Caminhoneiros bloquearam parcialmente a rodovia BR-316, na região metropolitana de Belém, na manhã desta terça-feira (26). Dentre as reivindicações dos manifestantes, está a política de preços do óleo diesel no país.

Gestores de dinheiro estão jogando seu peso por trás da alta do preço do petróleo

A perspectiva de o petróleo Brent chegar a US $ 90 por barril está se tornando cada vez mais realista, e o West Texas Intermediate ontem atingiu o nível mais alto desde 2014. Isso está alimentando um forte sentimento de alta no mercado de petróleo.