Preços do petróleo avançam 5% e têm 2ª semana de ganhos em meio a cortes na oferta

Foto: Reprodução Adobe Stock

NOVA YORK (Reuters) – Os preços do petróleo avançaram 5% nesta sexta-feira, concluindo a segunda semana consecutiva de ganhos, à medida que produtores nos Estados Unidos cortam produção –com o número de sondas ativas atingindo uma mínima histórica– e mais Estados do país se movimentam para relaxar as medidas de “lockdown” em função do coronavírus.

O número de sondas de óleo e gás natural em operação nos EUA recuou em 34 nesta semana, para uma mínima recorde de 374, de acordo com dados que percorrem 80 anos, com as indústrias de energia cortando produção e gastos em meio ao colapso na demanda por combustíveis.

As empresas norte-americanas de petróleo têm reduzido produção mais rapidamente do que analistas esperavam, e caminham para um corte de bombeamento de cerca de 1,7 milhão de barris por dia até o final de junho.

O petróleo Brent fechou em alta de 1,51 dólar, ou 5,1%, a 30,97 dólares por barril. Já o petróleo dos EUA (WTI) avançou 1,19 dólar, ou 5%, e terminou o dia cotado a 24,74 dólares o barril.

Ambos os contratos registraram a segunda semana seguida de altas, com o Brent avançando mais de 18% nesta semana e o WTI tendo ganhos de cerca de 33% no período.

“Esse avanço nas últimas duas semanas é um tanto quanto suspeito, considerando o fato de que os casos de coronavírus continuam aumentando e que o superávit de petróleo nos EUA mantém uma tendência firme de alta, sendo que é provável que o nível do estoque nos EUA atinja um recorde no relatório da semana que vem da AIE (Administração de Informação sobre Energia)”, disse em nota Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch and Associates em Galena, Illinois.

Fonte: Investing.com

Petróleo fecha em baixa, com dólar forte após dados dos EUA e Irã no radar

Os contratos futuros do petróleo fecharam em queda, nesta sexta-feira, 12. A commodity chegou a subir logo no início do dia, mas não mostrou fôlego, com o movimento negativo reforçado após indicadores dos Estados Unidos fortalecerem o dólar. Além disso, a possibilidade de acordo nuclear com o Irã seguia no radar, com potencial para aumentar a oferta do óleo.

Petróleo encaminha ganhos acima de 3%, assegurando melhor marca das últimas três semanas

O preço do petróleo opera em queda nos momentos finais do pregão desta sexta-feira (12), com mercados menos preocupados com interrupções de fornecimento no Golfo do México e potencial de maior oferta vindo do Irã.

Os preços do petróleo caem à medida que as preocupações com a demanda persistem

Os preços do petróleo caíram na manhã de sexta-feira, apagando alguns ganhos, já que os traders continuam cautelosos em comprar o petróleo novamente.