(Imagem: REUTERS/Nick Oxford)

Os preços do petróleo ampliaram as perdas da véspera nesta terça-feira (1º), após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados deixarem os mercados “no limbo” com o adiamento de um encontro formal no qual será definido se haverá um aumento de oferta a partir de janeiro.

O petróleo Brent terminou a sessão em queda de 0,46 dólar, ou 1%, a US$ 47,42 por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos (WTI) recuou 0,79 dólar, ou 1,7%, para US$ 44,55 o barril.

A Opep, a Rússia e outros aliados, que formam o grupo conhecido como Opep+, adiaram para quinta-feira (3) as negociações sobre a política de produção do ano que vem, que estavam marcadas para ocorrer nesta terça-feira, disseram fontes.

Um aumento de oferta prejudicaria o rali recente do petróleo, que fez com que os preços disparassem cerca de 27% em novembro, e alguns países temem um nível mais baixo dos preços em momento em que a demanda permanece fraca e o número de casos de Covid-19 aumenta.

“O grupo provavelmente encontrará algum meio-termo, com uma curta extensão sendo o resultado mais provável, seguida por um retorno gradual da produção”, disse Helima Croft, do Royal Bank of Canada.

“No entanto, este novo tumulto não soa nada bem para a coesão coletiva em 2021, já que o otimismo com a vacina é grande e os produtores antecipam uma forte recuperação”, acrescentou.

Fonte: Reuters

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

75º Leilão de Biodiesel da ANP negocia 1,19 bilhões de litros

No 75º Leilão de Biodiesel da ANP, foram arrematados 1.189.020.000 litros de biodiesel para atendimento à mistura obrigatória; não houve arremates para mistura voluntária.

Petrobras mira IPO de unidade de transporte e dutos offshore no 3º trimestre de 2021

A Petrobras (PETR3;PETR4) deverá vender sua unidade de transporte e dutos “offshore”…