© Reuters.

Os preços do petróleo recuavam nesta terça-feira, em meio a alívio em temores quanto a uma prolongada paralisação do maior sistema de oleodutos dos Estados Unidos e com a crise do coronavírus na Índia também pesando.

O petróleo Brent recuava 0,47 dólar, ou 0,69%, a 67,85 dólares por barril, às 8:21 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos caía 0,47 dólar, ou 0,72%, a 64,45 dólares por barril.

A queda do petróleo era ajudada por um sentimento fraco no mercado, uma vez que ações na Ásia sofreram uma queda liderada por papéis de tecnologia e o mercado reduziu preocupações com o fechamento temporário dos dutos da Colonial Pipeline nos EUA, disse Margaret Yang, estrategista da DailyFX.

A Colonial Pipeline, que transporta mais de 2,5 milhões de barris por dia de gasolina, diesel e combustível de aviação, disse na segunda-feira que está trabalhando para recuperar boa parte de suas operações até o final da semana.

Enquanto isso, operadores reservaram ao menos quatro navios-tanque para guardar produtos refinados de petróleo na costa do Golfo dos EUA, depois de ataques cibernéticos que tiraram os dutos de operação, segundo dados de navegação nesta terça-feira.

Os futuros da gasolina nos EUA e o óleo para aquecimento, que subiram após a parada dos oleodutos, voltaram aos níveis vistos antes de sexta-feira devido às perspectivas de retomada.

Enquanto isso, o sentimento do mercado também era abalado pela rápida disseminação do coronavírus na Índia, que tem aumentado clamores por um lockdown no país, o segundo mais populoso do mundo e o terceiro maior consumidor global de petróleo.

Assine nossa newsletter

Cadastre-se e recebe nossas notícias da semana.

VOCÊ PODE GOSTAR

Vendas de diesel da Petrobras crescem 35% em março, a 791 mil bpd

As vendas totais de diesel da Petrobras (PETR4; PETR3) cresceram 35% em março ante o mesmo mês do ano passado, para média de 791 mil barris de petróleo por dia (bpd), diante de esforços comerciais e operacionais empenhados para mitigar efeitos da pandemia, informou a companhia em comunicado nesta quinta-feira.

Preço da gasolina chega a R$ 5,49 o litro em São Paulo

O preço médio da gasolina nos postos do estado de São Paulo ultrapassou os R$ 4,62 por litro na última semana, após o reajuste dos combustíveis realizado na sexta-feira (19). No entanto, os paulistas chegam a pagar R$ 5,49 em posto da capital paulista, segundo levantamento divulgado nesta terça-feira (23) pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis).

Bolsonaro sanciona lei que promete abrir mercado de gás e baratear energia

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sancionou nesta quinta-feira (8), a Nova Lei do Gás, que põe fim ao monopólio da Petrobras e modifica o arcabouço jurídico e regulatório para promover concorrência no país e atrair investimentos da ordem de R$ 60 bilhões para triplicar a produção de gás natural em dez anos de forma a integrá-lo na geração de energia nacional.